Gerar tráfego para loja virtual: 5 dicas para ter mais acessos no seu site

Gerar tráfego não é tão difícil quanto você pensa. Confira 5 dicas simples que vão te ajudar a conquistar mais acessos!

Os brasileiros passam mais de nove horas por dia conectados à internet por meio de diferentes dispositivos. É o que diz uma pesquisa realizada por Hootsuite e We Are Social. Temos que concordar que é um dado impressionante, não acha? Com tanta gente conectada, não é surpresa que o e-commerce surfe nessa onda e demonstre resultados financeiros cada vez maiores — o setor faturou R$ 133 bilhões em 2018. 

E esse sucesso financeiro não passou despercebido. Novos sites dedicados ao comércio eletrônico não param de surgir (o Brasil já tem cerca de 930 mil). Com isso, surge uma necessidade para quem decide empreender na internet: como gerar tráfego e aumentar as vendas de uma loja virtual? A gente tem exatamente as respostas que você procura. Leia e confira 5 dicas que vão ajudar o seu site a bombar de uma vez por todas!

Aqui você vai saber mais sobre:

  • Como gerar tráfego orgânico
  • Usar redes sociais como geradoras de tráfego
  • Tráfego de referência: o que é e como gerar
  • E-mail marketing para e-commerce
  • Como gerar tráfego pago

Dica 1: comece a gerar tráfego orgânico

como gerar tráfego orgânico

O tráfego orgânico é aquele que você não paga para ter. E como fazer essa mágica acontecer? O único jeito é adotar uma estratégia de SEO (Search Engine Optimization) nas páginas da sua loja virtual. Para quem nunca ouviu falar, SEO é (em resumo) uma série de práticas adotadas por quem quer obter boas posições em mecanismos de busca como o Google.

Para ter seu site exibido entre os primeiros resultados de pesquisa (a famosa “primeira página do Google”), você precisa prestar atenção a uma série de aspectos relacionados ao SEO. Confira algumas dicas para otimizar o seu site para acessos orgânicos:

  • Os termos pesquisados pelos usuários do Google são chamados de “palavras-chave”. Certifique-se de inseri-los naturalmente nos textos do seu site. Ferramentas como o Planejador de Palavras-Chave ou o Ubersuggest podem te ajudar a encontrar as expressões mais pesquisadas. Dica: em vez de tentar ranquear pela palavra “celular” (bastante concorrida), aposte em termos mais específicos para o seu nicho. Por exemplo: “celular Xiaomi Redmi 7” .
  • Crie um blog integrado ao seu site e produza conteúdo relevante sobre o seu nicho. Otimize os seus textos usando as palavras-chave mais pesquisadas pelo seu público. Dessa forma, o seu site vai começar a ser visto como autoridade no assunto e, aos poucos, vai subir posições no Google.
  • Corrigir erros no código do site é essencial para ranquear bem nos buscadores. Ferramentas como o Google Search Console te ajudam a encontrar problemas desse tipo. Se o site apresentar muitos erros, cogite a contratação de um desenvolvedor. Esse profissional pode te ajudar a consertá-los, o que vai aumentar os acessos do seu site.

Tenha em mente que gerar tráfego orgânico é um trabalho de longo prazo. Você não vai ver resultados da noite para o dia. Com o tempo, porém, a sua loja virtual vai ser capaz de atrair mais visitantes. 

Quer saber mais sobre SEO? Clique aqui e descubra como colocar a sua loja na primeira página do Google!

Dica 2: use as redes sociais para gerar tráfego

dicas para gerar tráfego com redes sociais

As redes sociais podem ser fontes de tráfego poderosas para a sua loja virtual. Só que você precisa caprichar na qualidade do conteúdo para isso acontecer. A melhor maneira de engajar o seu público é fazer postagens que resolvam algum problema na vida dele. E, para isso, você tem que conhecer muito bem a sua audiência!

Outro ponto importante: esteja apenas nas redes sociais relevantes para o seu negócio, ou seja, aquelas nas quais a sua audiência está presente. Por exemplo: uma loja virtual especializada em produtos de desenhos japoneses provavelmente não vai ter público no LinkedIn. Por outro lado, uma marca de carteiras para executivos pode encontrar um excelente canal de vendas nessa rede.

E aqui vale abrir um parênteses para comentar sobre o caso do Pinterest. Essa rede social tem mais de 300 milhões de usuários (um número que provavelmente vai estar desatualizado quando você ler este post) e não para de crescer. O Pinterest é fantástico quando o assunto é criar tráfego: ele gera (proporcionalmente) mais tráfego que Facebook, Snapchat e Twitter.

Ousamos dizer que, na atualidade, não existe outra rede social capaz de influenciar tanto na decisão de compra dos consumidores. Aproveite e leia mais sobre as potencialidades do Pinterest para e-commerce!

Para ficar de olho:

  • Algumas redes sociais (como o Facebook) podem reduzir o alcance de publicações com links externos (para outros sites).
  • O WhatsApp tem sido cada vez mais utilizado na comunicação entre empresas e consumidores. Criar grupos e compartilhar novidades da sua loja virtual pode ser uma boa estratégia para ter mais acessos no seu site.
  • O Pinterest é um dos canais mais poderosos para lojas virtuais dos nichos de moda, decoração e gastronomia. 
  • Canva e Fotor são dois sites que facilitam a criação de imagens para redes sociais. Eles são ótimos para quem não tem tempo de aprender a usar ferramentas mais complexas ou recursos de sobra para contratar um designer profissional.

Dica 3: crie oportunidades para gerar tráfego de referência

tráfego de referência é ótimo para aumentar a sua "reputação" para o Google

Na primeira dica, comentamos a importância de criar um blog para gerar tráfego orgânico para a sua loja virtual. Outro ponto útil dessa estratégia é o tráfego de referência, nome dado aos acessos que vêm de outros sites. Quando você cria textos/vídeos/imagens relevantes, é natural que outras páginas coloquem links para o seu site. Quando isso acontece, o Google entende que você é autoridade no assunto e te faz  “subir posições” no ranking de buscas.

Para incentivar o tráfego de referência, é comum utilizar uma estratégia de link building. Ela consiste em fazer sites de qualidade “apontarem” para o seu. Um jeito bem interessante de incentivar isso são os guest posts (posts de convidado). Já ouviu falar sobre isso? Um guest post é um conteúdo feito por você e publicado em um canal externo, como o blog de uma empresa parceira, por exemplo. 

Os guest posts levam o link do seu site para o site de terceiros. Em troca, você insere o link dos seus parceiros no seu site. Assim, ambos constroem uma estratégia de link building e ganham mais relevância para o algoritmo do Google. 

A principal vantagem do tráfego de referência é que você não precisa pagar por ele!

Dica 4: inclua o e-mail marketing na sua estratégia

e-mail marketing é ótimo para gerar tráfego no site da sua loja virtual

O e-mail é algo essencial para as pessoas. Ele é necessário para fazer praticamente qualquer cadastro online e até para usar o celular. A previsão é que o mundo tenha 3 bilhões de usuários de e-mail até 2020. 

Com tudo isso, fica fácil perceber como esse canal pode levar acessos para a sua loja virtual, não é? Certifique-se de incluir o e-mail marketing na estratégia do seu negócio! 

Você pode enviar mensagens para divulgar novidades, promoções e até mesmo cupons de desconto. E a melhor parte: uma estratégia de e-mail marketing pode ser extremamente barata ou até mesmo gratuita!

3 dicas rápidas para começar:

  • Insira um formulário para captação de e-mails na sua loja virtual. Caso o seu site seja WordPress, existem vários plugins gratuitos que facilitam esse processo. Um deles é o Popup Maker.
  • O MailChimp é uma plataforma que automatiza disparos de e-mail para múltiplos destinatários. Ele tem várias funções gratuitas e possui templates para fácil edição das mensagens. Vale a pena testar e usar!
  • Leia tudo que você precisa saber sobre e-mail marketing para e-commerce!

Dica 5: pagar pelo tráfego também é uma opção

use o marketing a seu favor para ter mais acesso no seu site

Até agora, citamos apenas formas gratuitas de gerar tráfego. Mas elas não são as únicas: você também pode pagar para atrair visitantes ao site da sua loja virtual. Atualmente, as formas de fazer isso são várias, como você pode ver na lista abaixo:

  • Anúncios do Facebook e do Instagram
  • Google Ads
  • LinkedIn Ads
  • Twitter Ads

Com tantas opções à disposição, como escolher qual é a melhor para o seu negócio? E aqui vale repetir o que falamos anteriormente: você precisa conhecer o seu público. É preciso divulgar a sua loja em lugares nos quais a sua audiência está. De nada adianta pagar para anunciar no Twitter se os seus clientes não usam a rede social. 

Um ponto interessante do tráfego pago é a possibilidade de mensuração. Você consegue avaliar detalhadamente os resultados dos seus anúncios com a ajuda de indicadores como o ROI (Return on investment / Retorno sobre investimento). Esse tipo de métrica permite que você avalie quais canais são vantajosos para veicular seus anúncios — e quais não são.

Não basta ter tráfego: é preciso vender!

Gostou das dicas até aqui? A gente espera que elas sejam úteis para aumentar os acessos da sua loja virtual. Mas, infelizmente, ter tráfego não é o suficiente: você precisa vender! E uma das maneiras infalíveis de aumentar a sua taxa de conversão é oferecer fretes competitivos.

E o porquê disso é bem simples: o valor do frete é o principal motivo para os abandonos de carrinho. Para contornar esse problema e oferecer entregas competitivas, use a tecnologia do Melhor Envio. Somos uma plataforma gratuita de gestão e geração de envios para quem vende online.

O Melhor Envio conecta mais de 150 mil lojistas a diversas transportadoras — inclusive Correios — e possibilita a comparação (em tempo real!) de preços e prazos entre diferentes empresas. Mas não para por aí: como tem um grande volume de fretes, o Melhor Envio negocia condições exclusivas com as transportadoras parceiras e as repassa para os lojistas. 

Quer fretes mais competitivos? Então comece a usar o Melhor Envio!

Posts relacionados

Deixe um comentário