O que você precisa saber sobre estoque em uma loja virtual

Toda loja virtual que quer crescer com sustentabilidade precisa fazer um bom controle de estoque. E é sobre isso que vamos falar aqui. Boa leitura!

O controle de estoque é essencial para qualquer negócio, pois é uma forma eficiente e prática de trabalhar com os seus produtos e não atrasar as entregas de mercadorias para os seus clientes. O modo de realizar o estoque do seu e-commerce influencia diretamente na saúde financeira da empresa, por isso, é imprescindível realizá-lo de forma organizada e correta.

E é por isso que separamos o post de hoje para falar do que você precisa saber sobre estoque em uma loja virtual, como realizá-lo e quais as formas possíveis de usá-lo! Confira:

O que é o controle de estoque

O controle de estoque nada mais é do que a gestão das mercadorias em um comércio, trabalhando com o fluxo e saída dos produtos. Ele é responsável pelos procedimentos de registro e categorização das mercadorias da sua loja. Envolve planejamento, organização e controle de fluxo de caixa.

O bom controle de estoque é uma parte importante para o sucesso do seu e-commerce, pois possibilita a previsão da venda e compra de mercadorias, garantindo a eficiência e o lucro da sua empresa.

Essas já são boas razões para começar a fazer o controle do estoque da sua loja virtual, caso ainda não faça. Mas, além dessas vantagens, a falta de controle de estoque pode levar ao prejuízo, incorrendo em grandes perdas.

Ao realizar o controle de estoque de modo eficiente, você terá noção dos produtos que mais vende no seu negócio e poderá investir mais nesses, em vez de colocar dinheiro em produtos que não atraem tanto público.

A falta de um bom controle de estoque poderá trazer consequências danosas para o seu e-commerce, contribuindo para possibilidade de prejuízos, impacto nas vendas e na produtividade dos funcionários. Tudo isso poderá afetar não apenas seus resultados, como também a imagem do seu negócio em relação aos seus clientes.

Ter uma loja virtual hospedada em uma plataforma especializada em vender online e que seja de qualidade é essencial para um bom controle de estoque. Como exemplo, a iSET permite que seus usuários escolham a forma como desejam controlar o estoque de suas lojas, podendo habilitar ou desabilitar controle de estoque de produtos em seu e-commerce.

Tipos de estoque

Antes de realmente começar a fazer seu controle de estoque, é preciso ter noção dos tipos disponíveis para você escolher qual melhor se encaixa na sua loja. Por isso, montamos uma lista com os mais funcionais e mais usados pelos e-commerces, confira:

Estoque Consignado

Com o estoque consignado, o vendedor tem uma quantidade suficiente das mercadorias para a demanda. Porém, se algum produto parar de vender, ele poderá devolvê-lo ao fornecedor, pagando apenas pelos produtos vendidos, diminuindo os custos com o estoque.

Estoque Descentralizado

Neste tipo de controle de estoque, os produtos não ficam juntos somente em uma localidade, mas sim espalhados, a fim de reduzir os custos com transportadoras e diminuir o custo do frete para os clientes, além do tempo de entrega. Sua principal vantagem é a redução do tempo de entrega dos produtos, mostrando-se muito eficiente neste quesito. 

Estoque Compartilhado

Este modelo de estoque é mais vantajoso para aqueles que possuem e-commerce e loja física, pois permite que os produtos fiquem juntos num mesmo espaço físico, o que é bastante econômico

Dropshipping

Ao adotar o dropshipping, o vendedor compra os seus produtos conforme os pedidos vão surgindo. Esse modelo de estoque pode não ser recomendado, visto que a entrega dos seus produtos pode atrasar.

Este tipo de controle de estoque é indicado para os empreendedores que estão começando seu e-commerce e ainda não têm capital para investir em grandes estoques. Se este é o seu caso, escolha fornecedores de confiança e informe o tempo de entrega real aos seus clientes, para não desapontá-los.

Como fazer o controle de estoque na loja virtual

Agora que você já sabe por que fazer o controle do estoque da sua loja virtual e quais os tipos combinam mais com seu e-commerce, leia algumas dicas de como realizar o controle de estoque no seu negócio:

Sistematização no registro das mercadorias

O primeiro passo para garantir um bom controle de estoque na sua empresa é criar um padrão para o registro dos itens. Crie um código e uma pequena descrição para cada tipo de mercadoria, assim você evitará duplicidades que podem prejudicar seu estoque, e consequentemente, seu e-commerce.

Além disso, a criação de uma identificação para cada produto também ajuda na localização e organização nos inventários, facilitando e agilizando as vendas. Ademais, adote métodos que melhorem a produtividade, como colocar os itens que vendem mais em locais de fácil acesso e organizar as mercadorias por cor.

Aprimoração do estoque físico à disposição

Outra dica para ter um bom controle de estoque é otimizar o espaço disponível. Além de se mostrar mais econômico, isso melhora a produtividade e a estrutura do negócio. Invista em prateleiras e estantes organizadas, que não ocupem um espaço muito grande. 

Cadastro de todas as entradas e saídas da loja virtual

Essa parte é importantíssima para o sucesso no controle de estoque. Registre todas as movimentações que ocorrem no seu inventário, incluindo trocas e devoluções. Isso serve para analisar ações importantes para a sua loja, como quais produtos devem receber mais investimento, quais você pode fazer uma liquidação e assim por diante.

Periodicamente, verifique se tudo está de acordo entre o estoque físico e os registros, para ter certeza de que tudo está sendo feito corretamente.

Um recurso muito útil é a gestão de uma lista de clientes que estão aguardando a reposição de estoque de algum produto específico, funcionalidade que a iSET disponibiliza para seus clientes. Ademais, também é possível controlar as notificações por variações específicas de cada produto, além de enviar alertas automáticos aos clientes quando o produto recebe reposição de estoque.

Estruturação de análises

Análises são bem-vindas em qualquer estratégia, então não seria o contrário com o controle de estoque. Elas permitem a percepção de falhas e guiam ações de melhorias de estratégias.

Uma análise importante para realizar é a elaboração de estimativas de vendas para os próximos períodos, baseando-se no histórico de movimentações e no comportamento dos seus clientes, o que pode fornecer uma ideia do que comprar e o que não comprar para disponibilizar no estoque da sua loja virtual.

Outra pesquisa essencial é a curva ABC, que classifica os itens do seu estoque em:

  • Itens classe A: produtos que têm valor agregado mais alto e geram um lucro maior para o negócio quando são vendidos. Apesar de não possuírem alto volume de saída;
  • Itens classe B: produtos mais vendidos na empresa e, por essa razão, geram uma boa margem de lucro;
  • Itens classe C: produtos pouco vendidos que trazem pouco lucro. O recomendado é manter quantidades bem baixas.

Analisar o giro de produtos também é essencial para o bom controle de estoque. Essa estratégia mostra o tempo médio de reposição de itens, indicando a frequência em que esses produtos devem ser adquiridos, de forma a evitar a falta deles no estoque.

Realizando essas análises, você poderá entender a melhor forma de investir nos seus produtos, evitando eventuais prejuízos. Essas pesquisas podem ser, muitas vezes, complexas, dependendo dos produtos que o seu e-commerce vende, porém são ferramentas poderosas para o sucesso do seu negócio.

Para realizar essas análises, use softwares próprios para isso ou planilhas que funcionem para o seu nicho, pois esses recursos irão auxiliá-lo bastante no cumprimento desta tarefa.

Realização de inventários periódicos

Os inventários ou balanços de estoque devem ser realizados de tempos em tempos. A contagem dos itens disponíveis no armazém tem como função avaliar se as quantidades disponíveis são coerentes com as informações exibidas nos controles.

A vantagem de realizar essa pesquisa é ter as informações do estoque físico e do estoque contábil alinhadas, configurando uma boa gestão e boa cooperação entre a rotina operacional com a atualização dos dados usados no acompanhamento.

O recomendado é fazer o inventário periodicamente. A frequência deve ser definida de acordo com a necessidade do estoque e da loja virtual. Fazendo isso, é possível identificar falhas com mais rapidez e corrigi-las antes que o problema se torne ainda maior e com consequências mais graves. Além de manter a organização e eficiência do controle de estoque.

Indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho ou KPIs (sigla em inglês: Key Performance Indicator) são ferramentas que ajudam a entender diversos aspectos sobre os resultados do seu e-commerce, avaliando pontos como número de visitas, número de conversões e outras métricas importantes. Eles tornam possível a identificação de problemas, sua causa e soluções, possibilitando a melhoria da sua loja virtual.

Os KPIs são vários, então fizemos uma lista falando um pouco sobre cada um. Acompanhe:

  • Média da permanência no site: para saber o que atrai seus consumidores é preciso entender e conhecer o tráfego do seu site e, para saber o quão satisfatório ele é, analise o tempo em que os visitantes ficam nele. Compreender esses dados da forma correta vai gerar a oportunidade de melhorar seus conteúdos disponíveis e aumentar suas vendas;
  • ROI: Return Over Investiment ou Retorno Sobre Investimento mostra se os gastos do seu e-commerce são vantajosos diante dos lucros. Geralmente é usado em anúncios pagos. Para medir o ROI, use o cálculo: 

ROI % = (Receita – Custo de investimento) / Custo de investimento × 100

  • Ticket médio: é a média do valor das compras dos seus clientes em sua loja virtual. Esse dado permite que você entenda os hábitos da clientela e guia suas ações para realizar promoções e estudar os preços da sua empresa;
  • Taxa de conversão: a conversão é a ação que leva um visitante a interagir com o seu site. Ao analisar essa taxa, você entende o que converte melhor seus visitantes;
  • Desistência do carrinho de compras: acontece quando o consumidor escolhe um produto e segue para a compra, adicionando ele ao carrinho para então efetuar o pagamento, porém desiste nessa última etapa. É importante avaliar quais aspectos nesse momento final podem ter feito o consumidor mudar de ideia, os principais são: frete alto, falta de alguma forma de pagamento, falta de segurança.

Os indicadores de desempenho têm grande valor para que um e-commerce tenha sucesso e resultados cada vez melhores. Aliados a análises, permitem que o dono de um negócio virtual entenda melhor o mercado em que está atuando, conheça seu público-alvo e tome as decisões certas para criar alternativas que ajudem a redirecionar as ações para o alcance dos objetivos desejados. Por isso, use os KPIs adequados para sua empresa e dê atenção a todos os detalhes!

Investimento em tecnologia para controle de estoque em loja virtual

A inovação é a resposta para o sucesso de um e-commerce. Por isso, o investimento em tecnologia também não pode faltar na hora de realizar o controle de estoque da sua loja virtual. Não veja a contratação de sistemas como gastos, mas sim como um investimento, uma vez que essas ferramentas trazem diversos benefícios para o negócio, sendo uma relação muito vantajosa para o lojista.

Um software completo que ajuda na gestão de estoque é o ERP, que automatiza a rotinas de vendas, que são executadas com mais precisão e agilidade. Dentre as vantagens de usar essa implementação, a diminuição do risco de erros e necessidade de retrabalhos é a principal. 

Mas, além disso, a automatização do controle de estoque também aumenta a produtividade, pois compartilha automaticamente informações entre processos relacionados, reduz custos, possibilita a geração de  relatórios que ajudam na elaboração de análises e indicadores de desempenho e aumenta a eficiência deste trabalho.

Como podemos ver, existem diversas maneiras de garantir um bom controle de estoque dentro da sua loja virtual. Ele é essencial para o sucesso do seu negócio, pois essa rotina está diretamente ligada ao atendimento dos seus clientes e aos custos do seu e-commerce.

Agora que você já sabe mais sobre o controle de estoque em um e-commerce, não deixe de de realizar as práticas listadas neste post, pois elas podem ser as soluções para os seus problemas!

Posts relacionados

Deixe um comentário