Descubra se o seu ticket médio permite frete grátis

Encontrar uma forma segura de oferecer frete grátis é um mistério para você? Confira as dicas neste post e veja como o ticket médio pode ajudá-lo nessa hora

O frete grátis é um gatilho poderoso no e-commerce. Afinal, se de um lado o custo da entrega atua como um inibidor da compra, de outro, a gratuidade é um impulso que torna o produto praticamente irresistível.

Inclusive, se pensarmos nisso, faz  todo o sentido os indicadores do comércio eletrônico – e até mesmo a própria psicologia – comprovarem a maior propensão do público em comprar um objeto quando não precisam pagar pelo transporte

Esta é uma realidade que leva muitos vendedores a cogitarem o frete grátis como uma estratégia para impulsionar as vendas. Já entre as motivações, podemos encontrar empreendedores com receio de perder clientes para a concorrência ou determinados a reduzir o abandono de carrinho

Até aqui não teríamos nenhum problema nesse contexto, exceto se a estratégia colocada em prática não for condizente com a realidade de cada lojista! 

Por isso perguntamos: o que impedirá você de sair no prejuízo ao implementar uma ação de frete grátis desconsiderando o ticket médio do seu negócio?

Quer saber por onde começar na hora de elaborar suas campanhas de entregas em condições especiais? Continue esta leitura e veja a importância de entender se o seu ticket médio permite a isenção do custo do envio. 

E, caso o seu volume de vendas ainda esteja em crescimento e não seja muito alto, não se preocupe. Trazemos dicas para elevar o ticket médio para você conseguir trabalhar com o frete grátis sem arriscar o seu faturamento. Continue com a gente!

Neste post você vai conferir:

  • Como criar oportunidades de frete grátis assertivas
  • Qual a relação entre entregas gratuitas e o seu ticket médio
  • Como calcular o ticket médio do seu e-commerce
  • A importância de aumentar o ticket médio para otimizar o envio de encomendas
  • O que é Cross-Sell e Up-Sell

O ponto de partida para o frete grátis 

Assim como qualquer estratégia escalável (capaz de ser ampliada com a menor quantidade de recursos e investimento) o ticket médio também pode ser otimizado para gerar resultados melhores. E o frete grátis é uma oportunidade que pode ser criada a partir disso.

Portanto, a primeira ideia que você precisa assimilar é a de que o frete grátis não pode ser oferecido indiscriminadamente. Sobretudo, se o seu negócio tiver um ticket médio baixo.

Entretanto, é exatamente na pele dos vendedores menores que o frete influencia ainda mais na conversão, não é mesmo? Então, esta é mais uma razão que faz necessária a busca por alternativas para tornar a entrega mais atrativa aos olhos do consumidor. 

A relação entre ticket médio e o frete grátis

Como o próprio nome indica, o ticket médio é o valor que os clientes costumam gastar em um e-commerce durante um período. Conhecer esse dado é fundamental para qualquer negócio, pois o monitoramento dessa quantia serve para avaliar a eficiência da loja, traçar metas e definir métodos.

Mas, além de possibilitar a comparação do desempenho da sua loja com a concorrência, o conhecimento do ticket médio é essencial para a tomada de decisões de forte impacto financeiro

E é aqui  que se encaixa a importância dele para avaliar a sua real condição de trabalhar com ofertas específicas, como a de frete grátis, por exemplo. Mas antes, entenda como encontrar o valor do ticket médio em sua loja virtual, conforme explicaremos a seguir.

Como calcular o ticket médio 

Para calcular o ticket médio do seu e-commerce é simples, basta você dividir o valor total do seu faturamento pela quantidade de vendas no mês. 

Para exemplificar melhor, imagine uma loja virtual que faturou R$ 90 mil com um total de 567 vendas. Conforme o cálculo, o ticket médio desse período foi de R$ 158,73. Observe como a fórmula funciona na prática:

Ticket médio = Faturamento ÷ Número de Vendas

Crie sua própria margem de segurança

Agora que você compreendeu como verificar a média do poder de compra do seu público, outro alerta que reforçamos é a importância do equilíbrio entre as promoções dos produtos (que inclui o frete grátis) e o ticket médio das compras

Por não ser viável estender o benefício a todos os clientes, você precisará criar parâmetros para nortear a construção da sua estratégia. Dessa forma, a orientação para quem atua com um ticket médio, que não é muito alto, é determinar um limite mínimo para o pedido ficar livre da tarifa do transporte.

Você pode disponibilizar o frete grátis para as compras acima de R$300,00, para citarmos um modelo com uma lucratividade maior e que não deixará as suas contas em logística no vermelho. 

Se preferir, é possível ainda embutir o investimento do envio no preço final do produto. Ou seja, a pessoa será impactada pela expressão “frete grátis” e o seu e-commerce não precisará desembolsar uma quantia que irá prejudicar o faturamento.

Foque no custo-benefício e identifique oportunidades

Você já deve ter percebido que muitas lojas sugerem a compra de mais itens para atingir um valor mínimo estipulado para a isenção no custo do envio, certo? Essa tática é empregada para incentivar pedidos maiores. O objetivo é que a vantagem tenha um custo-benefício que atenda ambos os lados: vendedores e consumidores.

Claro que para a isenção da entrega ser realizável é necessário que o valor da compra seja maior do que o custo da venda junto com o gasto do envio. Para você ser ainda mais assertivo na hora de planejar a tática a longo prazo, uma dica interessante é acompanhar a variação do ticket médio de seis meses a um ano. 

Aproveite também e analise o histórico de pedidos feitos em seu e-commerce. Isso o ajudará a entender o comportamento do público e a escolher os produtos ideais para a abordagem. Assim, é possível ampliar os critérios de habilitação para o frete grátis.

Use o ticket médio para turbinar o frete grátis

Como você já deve ter percebido, a grande sacada para acertar na oferta de frete grátis é convencer o cliente a comprar mais para ter o benefício. Assim, você garante um preço básico saudável, aumenta o seu ticket médio e livra o cliente do gasto com o envio. 

Sabe o que mais? Ainda consegue fazer tudo isso sem comprometer a margem de lucro do seu e-commerce! Mas como alcançar esses resultados todos juntos? Através do Cross-Sell e do Up-Sell, os assuntos que vamos falar agora!

Explore o potencial do Cross-Sell e venda mais

Também chamada de venda cruzada, o Cross-Sell é uma estratégia na qual se recomenda produtos relacionados ou complementares ao item que o consumidor demonstrou interesse inicialmente. 

É o caso no qual o vendedor sugere a compra de um fone de ouvido ou uma capa protetora durante a venda de um smartphone, por exemplo. Dessa forma, é possível montar kits de artigos que podem ser adquiridos juntos para criarem uma experiência ainda mais completa aos usuários.

Você terá sucesso toda a vez que o cliente optar por inserir mais itens no carrinho, pois o aumento no valor final dos pedidos refletirá na elevação do ticket médio do seu e-commerce. E neste caso, fica mais fácil permitir a gratuidade no envio como mais um atrativo para a compra.

Qualifique os pedidos e lucre através do Up-Sell

O Up-Sell é outra técnica de impulsionamento de vendas que contribui para incrementar o ticket médio em uma loja virtual, mas com uma abordagem diferente. 

Nesta situação, o foco é incentivar a escolha de uma versão mais avançada do artigo que o cliente está buscando originalmente. A tônica nesta modalidade é explorar o senso de novidade do público e provocá-lo a comprar o item de última geração. 

De qualquer modo, tanto pelo método de Up-Sell quanto o de Cross-Sell, vale pensar em uma lógica capaz de elaborar combos com indicações de outros objetos para incentivar o público a gastar mais.

Lembre-se que ambos os casos requerem o acompanhamento dos pedidos realizados na sua loja. Faça isso através da verificação de quais vendas podem ser cruzadas e quais possuem potencial para servirem de base para o oferecimento de produtos mais sofisticados.

Em resumo, ao apostar na elevação do ticket médio do seu e-commerce, você abre caminho no seu orçamento para atuar com segurança também com o frete grátis. Portanto, este é o conjunto mais garantido para tornar seu negócio mais lucrativo e evitar prejuízos.

Invista na praticidade da sua gestão de frete

Ficou mais claro para você a importância de pensar no orçamento do frete grátis relacionando-o com o ticket médio do seu negócio? Esperamos que este conteúdo tenha ajudado neste sentido!

Agora, se você quer tornar sua logística ainda mais prática, pense na gestão de entregas como um todo e conheça os benefícios de uma solução de fretes como o Melhor Envio.

Sabemos que vendedores como você não têm tempo a perder. Então, para quem ainda não ouviu falar, é possível cotar fretes com Correios e transportadoras privadas sem precisar negociar contratos individuais ou ter um volume alto de vendas.

Visite a plataforma e descubra como gerar a entrega das suas encomendas em uma tecnologia capaz de facilitar o seu acesso a serviços focados na competitividade do seu negócio!

Posts relacionados

Deixe um comentário