Natal 2020: tendências e oportunidades do e-commerce

Atualizado em 26/11/2020

As tendências para o Natal 2020 podem ter passado por transformação, mas a comemoração do dia 25 de dezembro não acabou. Continue lendo e confira as principais tendências para o Natal 2020, uma das maiores datas comemorativas do ano!


Embora muita gente pense que a Black Friday é a última chance de aproveitar uma grande data do comércio no Brasil, os números mostram que não é bem assim. Em 2019, as vendas de Natal alcançaram o faturamento de R$ 14,1 bilhões, segundo um levantamento da Compre e Confie.

natal 2020
Imagem: Freepik

Bem, é impossível negar que as coisas estão bem diferentes em 2020. Mesmo assim, as perspectivas para o e-commerce brasileiro são positivas. Boa parte deste otimismo vem dos estreantes nas compras pela internet. Com os cuidados de distanciamento social, 13% da população brasileira fez sua primeira compra online este ano.

E como os cuidados ainda se fazem necessários, muita gente pode continuar aproveitando os canais digitais para fazer as compras de Natal

Contudo, para conquistar sua fatia neste mercado, mais do que nunca os lojistas devem estar em sintonia com as prioridades dos consumidores.

Tendências de consumo para o Natal 2020

Para início de conversa, é bom saber que a Black Friday não matou o Natal! Na verdade, as duas datas comemorativas passaram a formar uma única temporada de alta nas compras


Sim, muita gente aproveita a Black Friday para adiantar uma parte das compras de Natal. Contudo, uma pesquisa realizada pela Social Miner mostrou que, em anos anteriores, entre os consumidores que aproveitaram as ofertas da Black Friday, 70% também pretendiam continuar com as compras durante o período de Natal.

foto de presentes de natal 2020
Imagem: Freepik

Compras pessoais e presentes em alta

Mais boas notícias aparecem na pesquisa O Caminho de Retomada: os picos de vendas para 2020 repensados, realizada pela empresa especializada em tecnologia para publicidade Rakuten Advertising. 

Segundo o levantamento sobre as intenções de gastos ao longo do último trimestre de 2020, a economia não é uma unanimidade entre os brasileiros.

Cerca de 55% dos pesquisados afirmaram que vão manter ou aumentar os gastos com compras pessoais. Já com presentes para família imediata, esse número chega a 62% dos consumidores questionados.

Isso reforça uma tendência das compras de Natal, que têm um apelo muito mais emocional do que competitivo. 

🔴 Dica: o tema central do Natal é presentear outras pessoas. Tenha isso em mente na hora de desenvolver sua comunicação promocional. É importante saber conversar com o apelo emocional da data. 

Além disso, 86% dos brasileiros afirmam que pretendem dar preferências às compras online durante as datas promocionais de fim de ano.

Frete grátis, negócios locais e ofertas entre os influenciadores de compras

Porém, isso não quer dizer que os consumidores não tenham lá suas exigências. A mesma pesquisa da Rakuten Advertising mostrou que 45% dos brasileiros vão priorizar negócios locais nas compras de fim de ano. Uma excelente notícia para pequenos e médios comerciantes, que podem apostar nessa identificação com o público mais próximo.

Mas também é importante oferecer algumas recompensas. Entre os principais influenciadores na decisão de compra para o período estão os códigos de descontos de cashback, com 50% das respostas. 

🔴 O frete grátis também continua entre os queridinhos do público, apontado por 43% das pessoas como um influenciador de compra.

4 estratégias de divulgação para vender mais no Natal 2020

Preço competitivo, variedade de meios de pagamento, site responsivo, atendimento qualificado. Essas características são essenciais para qualquer loja virtual. Mas é preciso ir além. Quem quer vender pela internet precisa ter estratégias (sim, no plural!) de divulgação. Não adianta oferecer boas condições aos clientes se eles não souberem que o seu negócio existe, não acha? Confira 4 dicas para acertar na divulgação e vender mais no Natal 2020.

1) Redes sociais

Em pleno 2020, falar da importância das redes sociais é chover no molhado. Plataformas como Facebook e Instagram já mostraram sua eficiência na conversão de clientes. Mas por que ficar apenas nas mais conhecidas? Cogite a possibilidade de explorar novas redes — desde que elas façam sentido para o seu negócio, é claro. 

LinkedIn: com mais de 35 milhões de usuários no Brasil, o LinkedIn pode ser um aliado poderoso para e-commerces do nicho empresarial. Lojas de móveis e artigos para escritório ou papelarias, por exemplo, podem encontrar na rede social um excelente canal de vendas.

Pinterest: a rede ultrapassou a marca de 300 milhões de usuários e tem se mostrado, proporcionalmente, capaz de gerar mais tráfego que Facebook, Snapchat e Twitter. Outra coisa interessante: 90% dos usuários afirmam usar o Pinterest para tomar decisões de compra. Moda, beleza, cosméticos, decoração, arquitetura, turismo e gastronomia são nichos extremamente populares na rede social. Aproveite e leia mais sobre Pinterest para e-commerce!

WhatsApp: apesar de não ser exatamente uma rede social (e sim um serviço de mensagens), o aplicativo tem ocupado um papel cada vez maior nas relações empresa x cliente. Segundo dados da Opinion Box, 68% das pessoas usam o WhatsApp para conversar com marcas e 50% consideram o aplicativo adequado para compra de produtos ou serviços.

💡 Veja mais dicas no artigo Marketing digital para e-commerce.

2) E-mail marketing

Sabe aquele papo de que o e-mail é algo ultrapassado? Pode esquecer! O e-mail marketing tem o maior ROI (Return on Investment) do mercado e, por isso, mais de 70% das empresas brasileiras o adotam como estratégia. Ou seja: o e-mail marketing converte. Conquistou leads durante suas ações de Black Friday? Aproveite o Natal 2020 para alimentá-los com e-mails promocionais!

3) Remarketing

Em resumo, fazer remarketing é trabalhar para reengajar pessoas já interessadas na sua marca — alguém que abandonou um carrinho, por exemplo. Uma estratégia de remarketing seria enviar um e-mail para esse cliente e convidá-lo a concluir a compra. Leia mais sobre o assunto no blog da Rock Content!

4) Retargeting

Sabe quando você deixa um produto no carrinho de uma loja virtual e ele simplesmente começa a aparecer para você em tudo quanto é canto? Isso é retargeting! Ferramentas como Facebook Ads e Google Ads permitem que você crie anúncios com base no comportamento anterior dos visitantes do seu site. Isso potencializa bastante as suas conversões, pois você exibe anúncios para pessoas já interessadas no seu produto

Aproveite a modernização do amigo-secreto no Natal 2020

As festas de amigo-secreto são bastante populares no fim do ano. Goste você ou não, o fato é que muitas pessoas participam da brincadeira. E isso abre uma janela de oportunidade para quem vende pela internet. A gente explica: nem mesmo o amigo-secreto ficou imune às transformações tecnológicas. Agora, existem sites criados para realizar o sorteio entre os participantes de forma 100% online, sem papeizinhos envolvidos no processo!

imagem de presentes de natal em volta de um notebook
Imagem: Freepik

O site AmigoSecreto.com.br é um deles. Sua função principal é criar grupos para facilitar os sorteios nas festas de amigo-secreto. Ele é gratuito, fácil de usar e tem mais de 2,4 milhões de pessoas cadastradas. O ponto interessante para o lojista é a possibilidade de anunciar produtos na vitrine de presentes do site. Assim, os usuários que estiverem procurando opções de mimos poderão visualizar os produtos da sua loja virtual. Interessante, não acha? Veja como participar do site clicando aqui!

E não podemos esquecer que, em 2020, muitas destas confraternizações podem ser feitas à distância. Que tal oferecer um esquema diferenciado para quem vai presentar quem está longe? 

Normalmente, os produtos de tickets mais baixo são os preferidos nessas ocasiões. Quem nunca falou, ou escutou, o famoso “é só uma lembrancinha”? 

👉 Esses presentinhos podem ter um efeito bem especial quando acompanhados de uma embalagem bem pensada ou um cartãozinho com mensagens personalizadas, por exemplo.

Nichos do e-commerce para compras de Natal 2020

De olho nos descontos, os consumidores costumam aproveitar a Black Friday para comprar produtos de ticket médio mais alto, como eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

Já as compras de Natal costumam ser focadas em categorias como Brinquedos, Casa & Decoração, Perfumaria e Roupas, entre outras similares.

E não podemos esquecer de alguns nichos que estão sempre em alta no fim do ano, dá uma olhada:

Cuidados pessoais, artigos de decoração e enfeites de Natal para festa de fim de ano

O Ano Novo é uma das comemorações preferidas dos brasileiros. No melhor clima de recomeço, muita gente se concentra na busca pelo bem-estar, com cuidados pessoais e casa bem arrumadinha para esperar os próximos 12 meses.

artigos de cuidado pessoal tendências natal 2020
Imagem: Freepik

Uma ótima chance para e-commerces de produtos de beleza, skin care ou artigos para decoração e artesanato, por exemplo.

Ah, e mesmo que as reuniões de fim de ano em 2020 tenham menos convidados, adoramos deixar a casa com cara de festa! Sendo assim, artigos temáticos de Natal e Réveillon também aparecem entre as oportunidades de vendas online.

Look para o Ano Novo

Ano novo, roupa nova! Mesmo quem não acredita muito na tradição de passar a virada do ano com cores específicas costuma comprar roupas para fim de ano, seja para estrear na festa de Natal ou Reveillon.

Tudo bem que muita gente pode preferir continuar com o distanciamento social e receber 2021 em casa, mas é pouco provável que as fotos do Instagram fiquem de fora. E aí tem que ter uma roupinha nova!

💡 Aproveite e conheça 10 dicas para arrasar na venda de roupas online.

Ofereça entregas expressas para fisgar consumidores de última hora

No e-commerce, as compras de Natal costumam começar logo depois de Black Friday, fim de novembro, e são mais fortes durante a primeira quinzena de dezembro. Após este período, as pessoas ficam com receio de que as entregas não sejam realizadas a tempo, principalmente na compra de presentes.

👉 Aproveitar as primeiras semanas de dezembro para reforçar as vendas da loja online é uma ótima ideia. Mas também é legal considerar a preocupação dos clientes em relação ao recebimento dos produtos e, de quebra, chamar atenção dos mais atrasadinhos.

Para isso, é importante oferecer uma variedade de prazos de entrega, com direito ao frete expresso, aquele com prazo menor e custo um pouco mais alto, direcionado para quem deixou as compras de Natal para mais tarde. 


Aliás, um estudo da PwC afirma que 64% das pessoas pagariam um frete mais caro se isso significasse uma entrega mais rápida. Pare e pense: para garantir o presente de uma pessoa especial, você não pagaria um pouco a mais pelo frete? Levar em consideração esse detalhe, aparentemente simples, pode aumentar suas conversões e evitar desistências em razão do prazo de entrega.

imagem de pessoas embalando caixas para entrega expressa
Imagem: Freepik

Gere fretes competitivos com o Melhor Envio

Você já ouviu falar no Melhor Envio? Nossa tecnologia pode ajudar o seu e-commerce a economizar tempo na gestão de fretes. Em vez de cotar individualmente com diferentes empresas de transporte, use o Melhor Envio e compare condições entre Correios e transportadoras privadas simultaneamente, com poucos cliques!

Por ter um grande volume de usuários, nossa plataforma consegue negociar condições especiais com as empresas de transporte, repassando fretes mais competitivos para os pequenos e médios empresários do e-commerce. Mais de 8 mil lojistas usam o Melhor Envio todos os meses e aproveitam o poder da tecnologia para otimizar a gestão logística de seus negócios. Faça como eles! 

  • Plataforma gratuita: você só paga pelos fretes que gerar 
  • Simule seus envios com poucos cliques
  • Ofereça fretes mais competitivos sem necessidade de contratos individuais com transportadoras

Posts relacionados

Deixe um comentário