Frete mais barato: mito ou realidade? 5 dicas para converter mais

É possível oferecer frete mais barato nas vendas online? Ou isso não passa de mito? Continue lendo e descubra!

Atualizado em 7/1/2020, às 10h50min.

Não é segredo para ninguém que o valor do frete é o principal motivo das desistências nas compras pela internet. Basta pensar na sua própria experiência como consumidor. Você provavelmente já abandonou um produto no carrinho após perceber que a entrega custava quase o mesmo preço do produto — ou às vezes até mais. 

Lidar com a objeção causada pelo valor do frete é um dos grandes desafios de quem vende online. E como baratear a entrega sem sacrificar a margem de lucro do vendedor? E afinal, existe um frete mais barato? Ou isso é mito? A resposta para essas perguntas você encontra ao longo do texto. Leia e confira 5 dicas que vão ajudar a aumentar a taxa de conversões do seu negócio virtual!

1) Identifique se o seu frete realmente está caro

antes de oferecer frete mais barato, identifique se o seu frete realmente está caro

Antes de tentar baratear o seu frete, verifique se ele realmente está caro. E aqui vale ressaltar que esse é um critério subjetivo, pois está relacionado com vários fatores: a localização da sua loja em relação à localização do seu comprador, as modalidades de entrega que você oferece, o tamanho do seu produto, o seu ticket médio e muito mais.

Apesar disso, é possível usar matemática simples para identificar se, de uma maneira geral, o frete da sua loja virtual está caro. Confira:

  • Selecione um intervalo de tempo (6 meses, 1 ano… Você escolhe)
  • Some o valor de todos os pedidos confirmados e enviados do período
  • Identifique quanto desse montante corresponde a custos com frete
  • Compare o valor gasto com frete com o valor total do montante: qual é a porcentagem que os gastos com entrega representam do seu faturamento? 10%? 20%? 30%?
  • Exemplificando: imagine que um e-commerce chamado Loja Dez recebeu R$ 10 mil em pedidos nos últimos 2 meses e, desse valor, R$ 1.000 foram gastos com frete. Logo, o custo com frete da Loja Dez está na casa dos 10%, algo bastante positivo no cenário nacional. O sinal de alerta começa a aparecer quanto uma porcentagem muito alta (35%, 40%, 50%) do seu faturamento é destinado a arcar com custos de entrega.

Em resumo: você precisa pensar na visão que o seu cliente tem ao concluir a compra. Imagine que ele fez um pedido no valor total de R$ 100 (já com a entrega). Se o frete representar 25% desse valor (R$ 25), ele ainda é um frete razoável. Se, por outro lado, o produto custar R$ 60 e o frete R$ 40, a taxa de conversão cai bastante, pois os consumidores não percebem a entrega como algo de valor. O valor está no produto adquirido. 

Para ficar de olho: 

  • O peso e as dimensões dos seus produtos estão cadastrados corretamente? Preste atenção a esse aspecto, pois ele influencia o valor da entrega exibido para os visitantes da sua loja.
  • Quem trabalha com produtos grandes e pesados naturalmente vai ter um custo de frete mais significativo em relação a quem vende itens menores.

2) Diminua a percepção que o seu cliente tem do valor do frete

O que você prefere? Comprar um produto de R$ 50 e pagar R$ 30 pelo frete ou comprar um produto de R$ 60 e pagar R$ 20 pelo frete? Bem, o valor final é o mesmo em ambos os casos, mas a grande maioria dos seus clientes vai preferir a segunda opção. Esse exemplo nos dá uma lição importante: o valor não é tão importante quanto a percepção do valor. 

É por isso que o frete grátis é um gatilho mental tão poderoso e eficaz para as vendas pela internet. Mas é como diz o Marcio Eugênio, do canal D Loja Virtual: “não existe frete grátis! Alguém sempre vai pagar a conta”. E isso é verdade. Só que você não precisa (e nem deve) sacrificar a sua margem de lucro para oferecer frete grátis. 

Lembra do cálculo da dica 1? Aquele bem simples, mas que permite visualizar qual porcentagem do seu faturamento é usada para cobrir os custos com frete. Digamos que essa porcentagem seja 10%, como no exemplo da Loja Dez. Uma alternativa viável nesse caso seria aumentar o valor dos seus produtos em 10% para conseguir oferecer frete grátis sem mexer no seu bolso. Na prática, o valor final vai ser o mesmo para os seus clientes, só que você vai ter acabado com a objeção relacionada ao valor da entrega.

valor do frete muito maior que o do produto ainda é comum no e-commerce
O print acima exemplifica uma situação bastante comum no e-commerce. Repare que o valor do frete é superior ao do produto.

É claro: isso não significa que você deva aumentar o preço de todos os seus produtos em 10% sem antes estudar o cenário do seu negócio. Essa é apenas uma alternativa (entre várias outras) para diminuir a percepção que seus clientes têm sobre o valor do seu frete e, consequentemente, aumentar a taxa de conversões da sua loja.

Quer saber mais sobre frete grátis? Clique aqui e veja como criar uma estratégia bem-sucedida sem comprometer a sua margem de lucro!

3) Desenvolva estratégias para aumentar o ticket médio 

Criar estratégias capazes de aumentar o ticket médio da sua loja é uma forma de reduzir a percepção que o seu cliente tem sobre o valor da entrega. Ou seja: parece que o seu frete fica mais barato (ou sai até de graça), quando, na verdade, é o cliente que está comprando mais. 

Um jeito eficiente de aumentar o ticket médio é utilizar o cross-sell, também chamado de venda cruzada. Essa estratégia (como o próprio nome indica) consiste em oferecer itens relacionados ou complementares em relação ao produto no qual o seu cliente está interessado. Para incentivar a compra, você pode oferecer condições especiais quando os produtos forem comprados juntos, como descontos ou brindes. Veja um exemplo de cross-sell na imagem abaixo:

Exemplo de cross-sell. Imagem: amazon.com.br (reprodução).

Além do cross-sell, você também pode usar o frete grátis como ferramenta para aumentar o ticket médio. O segredo é oferecer entregas gratuitas em compras acima de determinado valor. Isso incentiva o seu cliente a comprar mais produtos para receber o benefício!

Exemplo de frete grátis condicionado ao valor da compra.

4) Use o frete MAIS BARATO para recuperar carrinhos abandonados

carrinhos abandonados no e-commerce

O mesmo motivo que causa o abandono de diversos carrinhos pode ajudar a recuperá-los. A gente está falando do frete! A dica é enviar e-mails para quem desistiu recentemente de uma compra e oferecer frete grátis — ou algum outro incentivo — para essa pessoa finalizar a compra. Quem tem loja virtual em uma plataforma de e-commerce consegue fazer isso com facilidade. 

Como o frete é uma grande objeção, esse tipo de e-mail tende a ser bastante eficaz para garantir a conversão. Mas você não precisa enviar mensagens desse tipo para todo mundo, ok? Avalie quais pedidos são interessantes e mande e-mails de recuperação somente para eles. 

Apesar do frete grátis ser um excelente motivador para conversões, os seus e-mails de recuperação de carrinho podem conter outros argumentos de venda. Confira algumas sugestões:

  • Ofereça desconto no produto pelo qual a pessoa estava interessada
  • Envie ofertas de produtos semelhantes 
  • Crie urgência na sua mensagem. “Últimas unidades em estoque!” ou “última chance para comprar com frete grátis!” são bons argumentos para influenciar a tomada de decisão do cliente. 

E essa tática funciona? Os números dizem que sim! De acordo com uma pesquisa da Moosend:

  • Mais de 40% dos e-mails de carrinhos abandonados são abertos
  • 21% das pessoas que abrem clicam nos e-mails
  • E, por fim, 50% delas concluem a compra

Só tome cuidado para não transformar os e-mails de recuperação de carrinho em uma rotina previsível na sua loja, pois os clientes podem começar a abandonar o carrinho propositalmente para receber algum benefício.

5) Aproveite a tecnologia para oferecer fretes mais competitivos

Além de todas as estratégias citadas ao longo do texto, você também pode aproveitar a tecnologia para oferecer fretes mais competitivos. E como fazer isso? É simples: basta começar a usar o Melhor Envio, uma plataforma gratuita de gestão e geração de fretes. Quem usa o Melhor Envio consegue comparar preços e prazos entre diversas transportadoras (inclusive Correios) e pode gerar o frete com praticidade, tudo pela internet.

E a competitividade, onde entra nisso? É simples. Como tem um grande volume de fretes, o Melhor Envio consegue negociar condições exclusivas com as empresas de transporte. A plataforma repassa essas vantagens para os mais de 150 mil lojistas virtuais cadastrados, o que contribui para aumentar a competitividade do e-commerce brasileiro. Cadastre-se agora e aproveite a tecnologia para aumentar a taxa de conversões da sua loja!

Posts relacionados

Comentários (5)

Eu sou parcerona da Melhor Envio e tenho utilizado muitíssimo os seus serviços. Só estou esperando vender mais pra utilizar ainda mais o Melhor Envio.
Porém, tem um ponto crucial sobre este artigo…. quero ofertar um frete menor diretamente ao consumidor, isto é, sabe estes preços maravilhosos que vcs apresentam no seu sistema? pois é, quero que meu cliente ao entrar em minha loja virtual e solicite a cotação do frete, sejam os seus valores que eles verão, e o texto não fala como isto pode ser feito (faz um ensaio mas não conclui).

Oi Silvana, tudo bem? Que bom que você gosta da gente! Nós trabalhamos muito pra garantir que nossos usuários tenham uma experiência de uso positiva em nosso sistema. Sobre repassar o desconto do frete pro seu cliente, existem duas formas de fazer isso: uma é rápida e a outra é um pouco mais demorada. A forma rápida é integrar a sua loja virtual ao nosso sistema via API (caso você utilize alguma plataforma de criação de lojas virtuais, é necessário que a plataforma faça essa integração com a gente). Usando a nossa API, você consegue personalizar o Melhor Envio pro seu sistema! A outra forma de fazer isso, é permitir que o seu cliente faça cadastro no nosso sistema e ele mesmo gere a etiqueta de frete. Essa forma é mais complicada, porque você precisa explicar pro seu cliente que ele deverá se cadastrar no nosso sistema e comprar a etiqueta de frete separada do produto, mas também funciona.

O jeito “certo” de fazer isso, é automatizando tudo via sistema. Pra isso, você precisa utilizar a nossa API. Descubra como através do link: http://www.melhorenvio.com.br/blog/api/

Eu e minha esposa utilizamos o Melhor Envios

e postamos nossos produtos através da

Transportadora JadLog aqui da nossa cidade e

estamos muito satisfeito com os serviços da

empresa que faz a entrega super rápida e com

segurança. Já sobre os valores das postagens,

sem dúvida é bem mais barato que os correios

e outras transportadoras, além da facilidade

que é para gerar as etiquetas das postagens com o

uso do site do Melhor Envios. Parabéns ao

Melhor Envios!

Que bom ouvir esse feedback Adilson! Conta com a gente sempre, viu? 🙂

Criarei uma loja virtual pelo UOL host. Com ele é possível integrar com o melhor envio? Como funciona o pagamento ao melhor envio? É gerada uma etiqueta com o nome e endereço do comprador?

Deixe um comentário