13 estratégias comprovadas para atrair clientes para seu E-commerce

O E-commerce é um dos mercados que mais crescem no mundo, mas, na prática, diversas empresas que apostam nesse modelo de negócio se atrapalham na hora de atrair clientes. Sabendo disso, nós montamos este compilado com as estratégias mais eficientes do mercado para atrair clientes e alavancar suas vendas.

No Ecommerce na Prática, nós percebemos que um dos principais erros dos alunos que chegam querendo ajuda para alcançar resultados melhores é achar que uma loja virtual é a solução para atrair clientes.

E não é bem assim…

Na prática, uma loja virtual só dá resultado se as pessoas sabem que ela existe. Ou seja: se tem tráfego.

Então quem cria uma loja virtual logo no início achando que assim vai vender mais, acaba dando de cara com um problema: cliente nenhum sabe que essa loja existe… então não tem venda.

Então, para que você minimize os gasto de dinheiro e energia com coisas que não funcionam, criamos este artigo.

Dicas para atrair clientes para o seu e-commerce

1 – Esteja presente nas redes sociais

Esse é um ponto fundamental para qualquer negócio. Uma empresa que não está presente nas redes sociais é como se não existisse.

Mas não basta ter uma conta e não postar nada ou fazer postagens apenas de produtos. É preciso criar audiência.

E, para isso, as postagens devem ter conteúdos relevantes para os usuários, de forma que eles se sintam nutridos com informações interessantes.

Redes sociais com bons conteúdos criam autoridade no mercado, destacam a marca da concorrência, além de aproximar a empresa do público-alvo.

Assim, quando sua audiência pensar em comprar um produto que você vende, ela irá logo pensar em você, pois percebe o quanto a sua marca entende daquele assunto.

2 – E-mail Marketing

É uma das estratégias mais usadas no e-commerce e uma das mais eficientes.

Esse tipo de ferramenta atrai mais visitas para a sua loja, pois incentiva aquelas pessoas que já compraram de você ou que tiveram contato anterior com a sua empresa a voltarem a visitar sua loja.

Ou seja: é um cliente que retorna.

Uma das melhores formas de conseguir o e-mail do cliente é pedindo que ele preencha um formulário para receber algum tipo de produto ou informação mais aprofundada.

Por exemplo, você pode oferecer um ebook com informações mais detalhadas sobre algum assunto que ele está procurando.

Mas você precisa ter alguns cuidados…

O primeiro cuidado é não pressionar o cliente. Você precisa criar vínculo aos poucos, enviando informações úteis, assunto que ele está interessado em saber. Se, nos primeiros e-mails, começar a enviar ofertas e produtos, provavelmente ele vai ter vontade de sair correndo.

Embora o e-mail marketing seja uma ferramenta importante, é preciso bom senso.

3 – SEO

Pense no comportamento das pessoas quando buscam informações ou produtos: elas refletem sobre a necessidade, falam com amigos e buscam no Google (ou outro buscador) mais informações sobre aquilo.

Só que o Google oferece uma porção de respostas para as pessoas… Respostas que outras empresas e criadores de conteúdo oferecem.

O que acontece é que, de acordo com o próprio Google, a maioria dessas respostas não recebem cliques. Em geral, apenas os primeiros lugares recebem a atenção do usuário (possível cliente), sendo o primeiro lugar o com maior índice de clique.

Então, todas essas empresas e criadores de conteúdo brigam por espaço nesse primeiro lugar, porque é assim que o público vai encontrar sua loja e comprar de você.

E é aí que entra o SEO (veja aqui como aplicar SEO no seu Negócio).

O SEO é um conjunto de técnicas que otimizam o seu site para que ele apareça nas primeiras posições de sites de busca.

Dominar esse tipo de técnica leva bastante tempo, porque considera items on e off page. Mas é possível fazer. Se preferir, também pode contratar um profissional especializado no assunto.

Mesmo assim, é uma estratégia de médio e longo prazo… Mas, se bem feito, o resultado valerá o tempo de espera, porque é um tráfego gratuito que consegue para seu site.

4 – Crie urgências

Essa estratégia é baseada nos gatilhos mentais (veja aqui a lista com os principais gatilhos mentais para vender mais).

Gatilhos mentais são recursos que ajudam seu texto a se tornar mais persuasivo e motivam as pessoas a tomarem alguma decisão, como comprar o seu produto.

De todos eles, a urgência é o gatilho mental que mais funciona para incentivar a compra rapidamente.

Por exemplo: alguém está procurando por um tênis de corrida e se depara com uma loja anunciando “promoção por tempo limitado”. É muito provável que a pessoa tome a decisão de comprar naquela loja para não perder a oportunidade de comprar mais barato.

5 – Fidelize os clientes

Ao focar em clientes antigos pode parecer que você não irá atrair novos clientes, mas não se engane: clientes felizes com uma empresa fazem questão de indicar para outras pessoas, promovendo a marca de graça.

Além disso, não esqueça de sempre analisar dados dos seus clientes fiéis para criar condições exclusivas de promoções para eles. Isso aumenta as chances de vendas, uma vez que esse público selecionado se sente especial e valorizado.

6 – Cupons de desconto

Quem não gosta de um desconto na compra?

Oferecer cupons de desconto é uma estratégia que pode gerar mais tráfego no seu e-commerce e alavancar suas vendas.

Esses cupons podem ser ofertados na primeira compra, por exemplo, assim você consegue quebrar a barreira inicial de compra e mostra para ele que sua loja vale a pena.

Depois, pode incentivar novas compras por e-mail marketing, por exemplo.

7 – Links patrocinados

Links patrocinados são aqueles resultados de busca que aparecem com a palavra “anúncio” em sites como o Google. Eles aparecem antes mesmo dos resultados orgânicos (gratuitos) que mencionamos anteriormente, quando falamos de SEO.

Os links patrocinados são uma ótima estratégia para gerar tráfego no seu e-commerce, mas o investimento pode ser alto, dependendo da palavra-chave que quer anunciar. Quanto mais disputada for uma palavra, mais cara ela fica.

Portanto, é preciso estudar bem as vantagens, desvantagens e o quanto você pode mexer no orçamento sem que isso prejudique o seu negócio.

8 – Blog

Criar conteúdo de qualidade é um diferencial no mercado e um blog é um ótimo recurso para atrair clientes no médio e longo prazo. Digo isso porque, com esses conteúdos, você consegue buscar ranqueamento para diversas palavras-chaves distintas e associadas ao seu segmento.

Esse ranqueamento faz com que seu site seja cada vez melhor reconhecido pelo público, de modo que até seus anúncios podem ficar mais baratos…

Mas, para o blog funcionar, você não pode esquecer de alimentá-lo regularmente com assuntos relacionados aos produtos que seu e-commerce vende.

Se você não tiver tempo de escrever conteúdos com tanta frequência, uma alternativa é contratar freelancers em sites como 99Jobs e Workana. Tire um tempo para procurar escritores de qualidade e que tenham alguma experiência com o assunto que você deseja.

No blog do Ecommerce na Prática, por exemplo, nós focamos em criar conteúdos que transformem a vida das pessoas que procuram abrir um negócio online. Assim, nós nos aproximamos de pessoas que se interessam por esse tipo de conteúdo e que são clientes em potencial dos nossos produtos.

9 – Descrição de produtos

A descrição bem feita tem o poder de atrair clientes e convertê-los imediatamente, seja na sua loja virtual ou em outros canais, como marketplaces e redes sociais.

Mas descrever produtos não é só falar sobre as características deles de forma engessada. Seja criativo, faça seu consumidor se divertir com uma coisa que normalmente é feita de forma chata.

Lembre-se que seu cliente está procurando pela solução de um problema. Então, torne a sua marca envolvente em cada detalhe.

10 – Loja Mobile

A maior parte das compras feitas pela internet são via mobile e os números só crescem. Assim, ter um site pensado para versão mobile (ou até um aplicativo) já não é mais um diferencial, mas necessidade.

Um e-commerce que deseja ter sucesso precisa estar em plataformas que permitem que os consumidores acessem a loja através dos smartphones ou tablets.

11 – Marketplaces

Marketplaces são como shoppings virtuais nos quais você pode anunciar seu produto. Usar marketplaces é uma boa forma de começar um e-commerce, especialmente se nunca vendeu nada na internet ou se tem uma marca pouco conhecida.

Os custos nessas plataformas são bem mais baratos do que o de abrir uma loja virtual, porque você só paga uma comissão sobre o produto vendido.

Além disso, as chances da sua marca ser vista é grande, pois são plataformas que possuem grande fluxo de pessoas diariamente.

É uma ótima estratégia para começar a criar nome, atrair clientes e ganhar a confiança deles.

12 – Garanta bom suporte

Garantir um bom suporte é mostrar para o cliente que você se importa com ele. Portanto, não deixe de investir em um bom atendimento. Isso aumenta as chances de atrair clientes, pois eles sabem que serão bem recebidos e os problemas serão resolvidos.

13 – Facebook Ads (e Instagram)

Queira ou não, o Facebook e o Instagram são as principais redes sociais do momento e anunciar dentro delas significa alcançar milhares de pessoas com alto potencial de se tornarem clientes da sua marca.

Mesmo que você não use essas plataformas e acredite que elas não funcionam, tenha certeza que existe um público lá dentro que você pode atingir e converter. Afinal, são bilhares de contas ativas hoje nessas plataformas.

E fazer anúncios nessas redes sociais não é difícil.

Na realidade, você consegue fazer tudo em um só local, utilizando o Gerenciador do Facebook (confira este ebook gratuito para entender como funciona o Facebook Ads). A partir disso, basta começar a fazer testes para entender quais estilos de anúncio e criativos funcionam melhor para seu público.

Tenha um e-commerce de sucesso

As dicas que te demos, se colocadas em prática, aumentam muito as chances de você atrair clientes e alavancar suas vendas. Além disso, podem ajudar na construção da reputação da empresa e fazer a sua marca se torna referência no nicho.

Mas lembre-se: essas estratégias devem estar alinhadas com os objetivos do seu negócio…

Uma boa análise e planejamento são fundamentais para que você não gaste dinheiro e energia à toa.

Quer ter um Ecommerce de sucesso?

Nós, do Ecommerce na Prática, te ajudamos. Hoje, nossa escola é referência em e-commerce e já apoiou a criação de crescimento de mais de 14 mil negócios online pelo Brasil.

Em nossos conteúdos e treinamentos, você vai encontrar um vasto material que está ajudando muitos brasileiros a começarem a empreender no e-commerce.

*Este artigo foi escrito pela equipe Ecommerce na Prática.

Posts relacionados

Deixe um comentário