Como planejar o seu e-commerce para a Black Friday

Acompanhe as dicas do primeiro guest post especial produzido pelos nossos parceiros para turbinar as suas vendas na Black Friday!

Só em 2018, a Black Friday gerou mais de R$ 2,6 bilhões em vendas na internet, segundo levantamento da Ebit. Para 2019, a promessa é de crescer ainda mais. Por isso, quem tem negócio online não pode ficar de fora da data que mais movimenta o mercado digital. Aqui, vamos mostrar como se preparar e ter ótimos resultados.

Fique atento para o aumento da demanda e prepare-se para turbinar as vendas
Fique atento para o aumento da demanda e prepare-se para turbinar as vendas na próxima edição da Black Friday

A Black Friday ocorre sempre na última sexta-feira do mês de novembro. Neste ano, a data vai cair no dia 29 de novembro, beirando as compras de Natal. Ou seja, a demanda vai ser gigante e você precisa se preparar com antecedência.

Então, continue esta leitura, pois mostraremos o passo a passo para o seu negócio ser um verdadeiro sucesso nessa Black Friday.

Invista no planejamento para a Black Friday

O planejamento deve ser a primeira ação para vender muito na Black Friday, porque sem ele, é possível se perder nas vendas, no estoque e nas campanhas de marketing, por exemplo.

Para ajudar nesse processo, você pode segmentá-lo em duas etapas: o planejamento estratégico e o operacional. Vamos analisar cada um deles:

Planejamento operacional

Verifique os aspectos operacionais do seu e-commerce e deixe tudo em ordem para a Black Friday
Verifique os aspectos operacionais do seu e-commerce e deixe tudo em ordem para a Black Friday

Aqui, você vai manter a parte operacional do seu negócio em ordem. Para ter sucesso, é necessário se preocupar com:

Logística de estoque e envio

O seu estoque e os meios de envio precisam estar bem definidos e prontos um pouco antes da data. Mas, planejando com antecedência, é possível comprar os produtos do seu fornecedor com um preço bem menor, por ainda ser baixa temporada.

E é importante avisar ao seu fornecedor e distribuidor sobre os seus planos. Certamente, eles também têm parcerias com outras pessoas e, se você não deixar claro que vai precisar de entregas em maiores quantidades, eles podem não dar conta por não estarem preparados.

Uma grande sacada é negociar com o seu fornecedor por um lote maior de produtos que são vendidos por preços menores. Pense em quais produtos vale a pena incluir na sua estratégia de Black Friday.  

Aproveite os produtos que estão empacados no estoque e os que o seu fornecedor tem em bastante quantidade. Pergunte a ele se tem algum produto parado no estoque e, caso esse item combine com a sua persona, se ofereça para vender tudo. 

Esta é uma forma de testar novos produtos com maior probabilidade de lucrar com isso. Já para fazer ofertas irresistíveis, coloque descontos pequenos nos produtos que você já vende normalmente e faça ofertas maiores para os que você quer liquidar.

Deixe seu site preparado

A Black Friday é a época que gera mais demanda e, consequentemente, as lojas virtuais acabam recebendo mais tráfego. Por isso, a sua loja virtual precisa estar preparada para receber um grande número de clientes.

Ela não pode travar, ficar lenta, dar erro… Se isso acontecer, a audiência irá aos seus concorrentes que estiverem com um site funcionando bem.

Teste a velocidade do seu site. O Google oferece uma ferramenta gratuita para isso, o PageSpeed Insights. Se perceber que a sua loja não está tão boa assim, entre em contato com um provedor de serviço para melhorá-la.

Além disso, as pessoas precisam ter acesso ao seu site pelo celular sem encontrar dificuldades. Conseguir ver os produtos, acessar as abas e até mesmo realizar a compra diretamente no dispositivo móvel é fundamental.

Segundo o levantamento da Webshoppers, 31,3% de todos os pedidos no E-commerce foram feitos através de uma tela de celular, o que significa R$ 16,7 bilhões.

Caso necessário, você pode entrar em contato com desenvolvedores e web designers em plataformas de freelancer, como o Workana e o 99frelas. 

Atendimento

Segundo um levantamento da Google, 78% das pessoas compram novamente após uma boa experiência na Black Friday. Ou seja, se você quer vender mais até mesmo depois da Black Friday, o preparo para um bom atendimento é fundamental.

No dia, o número de clientes vai ser maior do que costume e, consequentemente, mais dúvidas vão surgir nas suas caixas de mensagens e todas elas precisam ser resolvidas.

É responsabilidade do lojista ajudar o cliente. Se ele está com problemas, cabe a você acabar com eles e garantir a compra. Se for complicado para responder a todos, peça ajuda ou contrate alguém para te auxiliar.

Planejamento estratégico

Para acertar em cheio na Black Friday, lembre de intensificar as estratégias de marketing
Para acertar em cheio na Black Friday, lembre de intensificar as estratégias de marketing

Agora, você precisa preparar a parte estratégica do seu negócio como os descontos e as estratégias de marketing, para citar algumas prioridades. Portanto, veja o que considerar nessa hora:

Descontos

As ofertas e promoções são os principais atrativos da Black Friday. Não tem como participar dessa data sem inserir descontos nos produtos. Mas é extremamente importante saber fazer as promoções certas para não ter prejuízo.

É preciso analisar a sua margem de lucro e calcular quanto precisa vender para compensar as promoções. E, por mais que seja importante acompanhar a concorrência, não faça guerra de preço com outros lojistas. Entenda que a precificação do seu negócio não pode ser baseada nos outros. 

Para ter um controle financeiro, mantenha atualizada uma planilha com os produtos, preços originais, preços com descontos, a quantidade de vendas, data de início e final da promoção.

Não se esqueça dos adiantados

Algumas pessoas têm o costume de procurar pelos descontos alguns dias antes da Black Friday. Por isso, vale a pena começar com as menores promoções antes para aproveitar os adiantados. 

Porém, é muito importante avisá-los que no dia oficial as ofertas serão maiores e melhores. Afinal, você precisa trazer esses consumidores quentes de volta.

Você também pode fazer postagens nas redes sociais avisando por quanto tempo as suas promoções vão durar, deixar notificações dentro do seu site, fazer anúncios no Google Ads. Existem várias formas mantê-los por perto. 

E-mail Marketing

Pelo e-mail, é possível anunciar à sua base de leads quais novidades estão por vir na sua loja. Seja organizado e crie um calendário para selecionar quais pessoas vão receber e quais promoções vão ser divulgadas.

Focar nos clientes VIPs

Datas especiais são ótimas para manter relacionamento com clientes, principalmente, em uma tão grande quanto a Black Friday. Por isso, aproveite para vender ainda mais para os consumidores que você já sabe que vão comprar.

Faça promoções especiais aos clientes VIP’s. Por exemplo: dar o acesso às ofertas antes para eles, mandar códigos que liberam outras promoções, ou enviar brindes.

E deixe bem claro que eles estão recebendo isso por serem VIP’s. Assim, vão se sentir fidelizados e acreditarão que vale a pena comprar sempre para manter esse título, afinal, ser um cliente exclusivo traz várias vantagens. 

Remarketing

Todo E-commerce tem que lidar com carrinhos abandonados. Mas, na Black Friday, a preocupação com isso deve ser maior. E uma boa maneira de diminuir as desistências de compra é com Remarketing.

Sabe quando você entra em uma loja ou abandona um carrinho e começa a receber e-mails e anúncios da mesma loja? Isso é Remarketing. Com essa estratégia, você consegue impactar pessoas que já engajaram com o seu negócio.

É possível criar essas campanhas pelo Google Ads ou Facebook Ads. As plataformas vão selecionar as pessoas certas para direcionar os seus anúncios.

Pós Black Friday

Aproveite também o potencial de vendas da Cyber Monday e amplie seus lucros
Aproveite também o potencial de vendas da Cyber Monday e amplie seus lucros

Caso você trabalhe com venda de eletrônicos, a primeira segunda-feira após o Black Friday pode ser interessante para você. Nos Estados Unidos, essa data é chamada de Cyber Monday. É a continuação da Black Friday por um dia apenas para eletrônicos.

Por mais que seja uma tradição norte-americana, cada vez mais essa data está sendo usada no Brasil para realizar mais vendas. E, se esse não é o seu nicho, existem outras formas de fidelizar mais ainda os clientes.

Algumas lojas,por exemplo, costumam dar cupons de descontos para a sua primeira compra após a Black Friday.

Isso é uma forma de fazer o clientes retornarem e verem que a sua loja pode ser ótima em qualquer época do ano. E esses descontos nem precisam ser grandes. São apenas para atrair novamente o consumidor e entregar mais boas experiências de compra e mantê-lo por perto 

Agora é só aplicar!

Com essas dicas frescas na mente, o próximo passo é colocá-las em prática e ter ótimos resultados nessa Black Friday! Entre em contato agora com o seu fornecedor. Veja o que ele pode te oferecer e agarre essa oportunidade.

No dia 29 de novembro, você não só vai ter um faturamento surpreendente como vai ganhar novos clientes para o ano inteiro!

Entregando ótimas experiências, as pessoas vão continuar a acompanhar o seu negócio e a Black Friday vai ser um evento que não traz resultados apenas por um dia, mas para sempre.

Por isso, aplique essas dicas o mais rápido possível e não deixe essa oportunidade passar!

Posts relacionados

Deixe um comentário