Como fazer a descrição de produto perfeita

Criar uma descrição de produto perfeita dá trabalho. 

Exige tempo, dedicação, pensamento estratégico e, acima de tudo, preocupação com o seu cliente. Já avisamos isso no começo do post para deixar claro que não tem atalhos

Mas pode acreditar: todo esse esforço vale a pena. Uma loja virtual que descreve bem os seus produtos tem muito mais chance de vender se comparada com outra que fica apenas no copia e cola. 

Os dados estão aí para provar isso. De acordo com o E-commerce Quality Index (estudo que avalia a qualidade do comércio eletrônico), mais de 70% dos entrevistados procuram outro site quando não encontram informações sobre o produto. 

Quer evitar que isso aconteça e aumentar a sua taxa de conversões? Então continue a leitura!

O que você vai encontrar por aqui: 

  • A importância da descrição de produto
  • A relação entre descrição de produto e SEO
  • As informações que não podem faltar nas suas descrições
  • Dicas práticas para criar descrições incríveis
  • Bons exemplos para se inspirar

Por que você precisa se preocupar com a descrição de produto

A função básica de uma descrição de produto é fornecer as informações que o seu cliente necessita para tomar a decisão de compra. Esse campo precisa detalhar características, expor funcionalidades, mostrar quais problemas o item resolve e muito mais.

Criar uma descrição é praticamente um exercício de empatia. Você precisa se colocar no lugar do cliente e enxergar quais informações sobre o produto são relevantes para ele. 

E por que isso é tão importante? Bom, às vezes é fácil esquecer, mas comprar pela internet é bem diferente de comprar em uma loja física. No mundo online, o cliente não pode (pelo menos até agora) tocar no produto, sentir sua textura, observar o tamanho e outras experiências sensoriais do tipo.

É trabalho da descrição suprir essa ausência sensorial da melhor maneira possível. 

Em resumo, uma descrição de produto bem feita…

  • Explica o que é o produto, do que é feito, como pode ser usado e quais benefícios oferece 
  • Demonstra conhecimento sobre o produto vendido, o que transmite confiança para o cliente
  • Diferencia a sua loja da concorrência
  • Melhora o seu posicionamento no Google
  • Evita atendimentos desnecessários (os clientes encontram as informações e não precisam entrar em contato para tirar dúvidas)

Quanto melhor (e maior) a descrição de produto, melhor para o SEO

SEO é o conjunto de estratégias adotadas por sites que querem alcançar boas posições em mecanismos de busca. A sigla vem do inglês Search Engine Optimization, que em português nós chamamos de Otimização para Motores de Busca.

Você provavelmente já está familiarizado com o termo, mas precisamos fazer essa introdução para explicar que as descrições de produto influenciam (e bastante!) a posição de um site de e-commerce no Google. 

Para aparecer na primeira página do maior buscador da atualidade, você precisa criar conteúdo original e denso usando as palavras-chave mais adequadas ao seu nicho. Vamos falar sobre cada um desses aspectos na sequência, continue com a gente!

Originalidade

Sempre tenha em mente que o objetivo do Google é oferecer bons resultados para as pesquisas dos usuários. 

Quando o buscador identifica vários sites com conteúdos parecidos, ele entende que essas páginas não são relevantes e, por isso, “não merecem” ser exibidas entre os primeiros resultados. 

A coisa muda de figura quando o Google se depara com um conteúdo original, sem trechos copiados de outros sites, totalmente único. Podemos dizer que sites com esse tipo de conteúdo chamam a atenção do buscador. 

A lição é clara: não copie e cole a sua descrição de outros sites, como páginas de fornecedores ou até mesmo dos seus concorrentes. Sempre produza descrições originais. Você pode (e deve) usar informações de fornecedores, mas não se limite a elas!

Densidade

O Google gosta de conteúdos densos. Quanto mais longa for a sua descrição de produto, melhor tende a ser a sua posição no ranking do buscador. 

Segundo dados da Backlinko, portal especializado em SEO, o ideal é que as descrições tenham mais de 1000 palavras. 

A gente sabe que isso nem sempre vai ser viável, mas é importante ter em mente que, para o Google, a quantidade de palavras é importante.

Só tome cuidado para não cair na armadilha de encher a sua descrição de textos irrelevantes ou copiados de outros lugares. Nunca se esqueça da importância da originalidade!

Uso adequado de palavras-chave

As palavras-chave são os termos que os usuários digitam na caixa de pesquisa do Google. Veja o exemplo da busca abaixo:

print de pesquisa do google usada para exemplificar o conceito de palavra-chave

Repare nas sugestões que o Google deu para a pesquisa realizada: “notebook gamer barato”, “notebook gamer acer”, “notebook gamer dell” etc. Todas essas sugestões são palavras-chave baseadas em termos que os usuários procuram com frequência.

E por que você precisa saber disso? Vamos dar um exemplo: imagine um lojista que vende computadores e notebooks. Ele poderia aproveitar a expressão “notebook gamer barato” para criar uma descrição otimizada para os mecanismos de busca. Viu como as palavras-chave são importantes?

Dica: use ferramentas gratuitas como o Planejador de Palavras-Chave do Google e Ubersuggest para encontrar as palavras-chave mais adequadas para o seu produto/nicho. 

Ei! Quer saber mais sobre otimização para mecanismos de busca? Aproveite e leia tudo sobre SEO para loja virtual!

Informações que precisam estar em qualquer descrição de produto

Cada tipo de produto tem algumas informações que não podem faltar na descrição. Esse dados essenciais vão variar de acordo com o item vendido, é claro. 

Por exemplo: uma loja que trabalha com vestuário precisa informar com qual tecido os produtos são fabricados, pois essa informação é bastante relevante para o cliente.

Já um e-commerce especializado em itens de tecnologia não pode deixar de inserir as especificações técnicas dos produtos vendidos. Afinal, quem compraria um smartphone sem saber detalhes sobre a configuração do aparelho? 

Os dois exemplos acima ilustram bem como cada tipo de produto possui sua especificidade. É preciso analisar item a item e pensar sobre as seguintes questões: quais informações são imprescindíveis para o cliente? O que ele precisa saber sobre o produto antes de fazer a compra?

Como descobrir quais informações são relevantes para os seus clientes?

Você não precisa ficar apenas no exercício de imaginação para tentar entender como os seus clientes pensam. Converse com eles! Lance enquetes nas suas redes sociais, envie formulários de pesquisa… A internet tem vários recursos que facilitam a interação entre consumidores e empresas.

Também vale pedir a opinião dos amigos, familiares, vizinhos. Todo mundo tem algo a contribuir. Para provar isso, fizemos um levantamento com a equipe do Melhor Envio e vários depoimentos sobre descrições de produto surgiram. 

Perguntamos para o #MelhorTime: o que não pode faltar em uma descrição de produto?

Tamanho real do produto

Esse foi um dos aspectos mais citados no nosso levantamento. Desenvolvedor de software aqui no Melhor Envio, Bruno Bermann relatou que já deixou de comprar online (e em mais de uma ocasião) por não encontrar informações sobre a dimensão real do produto. 

A lição que fica: especifique claramente quando estiver falando das medidas do objeto embalado e das medidas reais do objeto. Além de evitar confusões, essa informação ajuda o cliente a entender exatamente qual é o tamanho do produto. 

Informações técnicas

Como já falamos acima, alguns produtos precisam vir acompanhados de informações técnicas detalhadas. Samuel Desconsi, também desenvolvedor de software, contou que já desistiu de várias compras por causa da falta de informações precisas.

“Dados técnicos para mim são indispensáveis em um anúncio de venda, até por que não tenho como questionar pessoalmente alguém que entenda do assunto”, complementa Samuel.

A lição que fica: nunca se esqueça de fornecer detalhes técnicos nas suas descrições. Em uma loja física, o cliente pode fazer perguntas para o vendedor se tiver dúvidas, mas esse processo não acontece no comércio eletrônico. O mais provável é que o cliente apenas desista da compra se não encontrar as informações que procura.

Vestuário

Quem vende itens de vestuário pela internet sabe como é difícil lidar com as devoluções e trocas tão recorrentes nesse nicho. Para reduzir ao máximo os custos com logística reversa, os lojistas precisam criar descrições de produto cada vez mais completas.

Para Karine Cunha (Gerente dos times de Suporte e Sucesso do Cliente) e Pedro Machado (desenvolvedor de software), as medidas das peças precisam constar na descrição do produto. Karine ainda completa que, se a loja utilizar modelos, é interessante indicar qual é o tamanho da peça que o(a) modelo está vestindo.

A lição que fica: ao trabalhar com vestuário, não basta informar se o produto é P, M, G ou qualquer medida genérica do tipo. É preciso ser específico e fornecer o maior número possível de informações para ajudar os clientes.

Garantia

Para Camila Peres (designer de experiência do cliente) e Rochele Ücker (suporte ao cliente), informações sobre a garantia não podem faltar em uma descrição de produto. 

A lição que fica: dependendo do ticket do item, o consumidor vai querer saber exatamente como a sua política de garantia funciona. Quem compra itens eletrônicos com frequência costuma se preocupar bastante com esse aspecto.

É claro que isso dificilmente se aplica a produtos de ticket muito baixo, pois a busca por garantia está associada ao valor do produto, mas vale ficar de olho nesse aspecto. É melhor pecar pelo excesso de informação e não pela ausência. 

Viu como os clientes podem contribuir com a qualidade das suas descrições? Em simples conversas entre colegas de equipe, várias dicas importantes surgiram e foram compartilhadas neste artigo. 

Imagine quanta informação relevante você pode conseguir se ouvir o seu público consumidor? Pense nisso! 😉

Dicas práticas para criar a descrição de produto perfeita

Ok, agora você já sabe quais aspectos não podem faltar em uma descrição de produto. Daqui para a frente vamos mostrar dicas práticas que vão te ajudar a criar descrições mais relevantes para seus clientes. Vem com a gente!

O texto: tamanho e formatação

Como já falamos acima, o ideal é que suas descrições tenham pelo menos 1000 palavras. Isso não significa que você precise criar blocos massivos de texto na tela do seu cliente, pelo contrário.

Em textos para a web, o conceito de escaneabilidade é muito importante. A ideia por trás dessa palavra difícil é bem simples: a maioria das pessoas não lê o texto inteiro. Elas apenas escaneiam. 

Sabendo dessa característica do público, é possível otimizar o texto para facilitar a leitura dinâmica. Confira algumas dicas:

  • Destacar trechos do texto em negrito ajuda a “puxar o olho” do cliente para as informações mais relevantes
  • Prefira alinhar o texto à esquerda, pois isso faz o texto ficar “desencontrado” do lado direito, o que facilita a leitura (o olho consegue identificar mais facilmente em qual linha está)
  • Use listas de tópicos (como esta!) para “quebrar” o texto e facilitar a visualização de informações relevantes
  • Evite inserir links nas descrições, pois isso pode fazer o cliente sair da sua página (e não voltar mais!)

A linguagem: útil, informativa e sedutora

O tom de voz da descrição de produto também é importante. Além de informar o público, a descrição pode (em certa medida) ajudar a “seduzir” os seus clientes. 

Não se trata de usar uma linguagem vendedora, mas sim de mostrar para a pessoa quais são os benefícios que aquele produto pode trazer para a vida dela. E, para fazer isso, você pode explorar uma série de recursos. 

Conte uma história que foque nos benefícios do produto

O storytelling é muito usado pela publicidade em geral. A ideia do conceito, basicamente, é vender narrativas em vez de produtos. Você pode aproveitar o espaço das descrições para fazer isso! Depois de descrever os aspectos práticos do item, adicione um “tempero” narrativo ao texto. Fale sobre os benefícios daquele produto: como ele pode ser usado no dia a dia? Que tipo de problema resolve? Por exemplo: ao vender um celular que tem bom desempenho, você pode dizer que ele é perfeito para rodar jogos sem travar. 

Use palavras-chave

Como já falamos acima, as palavras-chave são relevantes para o SEO e ajudam o cliente a chegar até o seu produto. É recomendável que você faça uma pesquisa para entender quais palavras o seu público usa para pesquisar por produtos. Pense no exemplo acima: quem procura um celular para jogar provavelmente vai pesquisar no Google alguma variação de “celular bom para jogar”, não acha? Se suas descrições utilizarem os termos pesquisados pelos usuários, mais chances elas têm de aparecer nos resultados de busca — o que é ótimo para você. 

E nunca esqueça: a relevância deve vir em primeiro lugar. Antes de qualquer coisa, seja informativo!

Use as dúvidas dos clientes para melhorar as suas descrições

Os seus clientes têm dúvidas recorrentes? Isso provavelmente significa que alguma informação ficou faltando na descrição de produto. 

Por sorte, esse é um problema bem fácil de resolver. Basta utilizar os questionamentos do seu público para inserir novas informações nas suas descrições, tornando-as cada vez melhores!

Outra prática interessante é monitorar as descrições da sua concorrência. Isso pode te ajudar a ter novas ideias para as suas próprias!

Imagens e vídeos

Nem só de texto vive uma descrição de produto! Você também pode aproveitar esse espaço para inserir imagens e vídeos. O conteúdo audiovisual é um aliado poderoso para as conversões, pois ajuda o cliente a visualizar melhor o item.

  • Mostre o seu produto sendo utilizado em alguma situação real
  • Crie imagens que permitam que o cliente visualize o tamanho real do produto
  • Faça vídeos de unboxing (não precisa ser nada muito produzido, ok? Basta mostrar vários detalhes e ângulos do produto) 

Inspire-se: exemplos de boas descrições

Tem muita loja virtual por aí que capricha nas descrições de produto! Reunimos alguns bons exemplos para você se inspirar na hora de criar as suas. 

Tadah!

A Tadah! é uma loja virtual especializada em móveis e decoração. As descrições deles são ótimos exemplos de como ser informativo e, ao mesmo tempo, criar narrativas envolventes.

O produto:

descrição de produto da loja tadah design fala sobre as características de uma estante de madeira

A descrição:

descrição de produto da loja tadah design fala sobre as características de uma estante de madeira
descrição de produto da loja tadah design fala sobre as características de uma estante de madeira

Boas práticas identificadas

  • Uso de negritos para chamar a atenção do leitor a trechos específicos do texto
  • Texto alinhado à esquerda (repare em como isso cria “desencontros” nas linhas ao lado direito e ajuda o olho a não se perder na leitura)
  • Storytelling: a loja dá dicas de como o produto pode ser utilizado, mas não esquece em nenhum momento de mostrar as informações essenciais (dimensões, materiais, peso suportado)

O que poderia ser melhorado

  • A descrição poderia ser mais extensa para atender a critérios de SEO

Clique aqui se quiser conferir a descrição completa.

Mercado Livre

Também tem muita descrição boa sendo feita nos marketplaces. Ao anunciar um microfone de estúdio, o vendedor IMPORTREAL1, que atua no Mercado Livre, oferece uma descrição extremamente relevante sobre o produto.

O produto:

A descrição:

descrição de produto no mercado livre
descrição de produto no mercado livre

Boas práticas identificadas

  • Além de disponibilizar informações técnicas, a descrição dá dicas sobre a utilização do produto 
  • Deixa claro que o produto “não pode ser utilizado em smartphones e tablets”, alertando os consumidores 
  • Especifica claramente qual é o conteúdo do pacote, seu peso e o tamanho do produto

O que poderia ser melhorado

  • Os negritos poderiam ter sido aproveitados ao longo do texto
  • A separação da descrição em intertítulos (blocos menores de texto) poderia facilitar a leitura dinâmica

Clique aqui se quiser conferir a descrição completa.

Petlove

A Petlove é um e-commerce especializado em vender produtos para pets. O site apresenta descrições bastante completas, principalmente na seção de medicamentos.

O produto:

A descrição:

descrição de produto na petlove
descrição de produto na petlove

Boas práticas identificadas

  • A separação do conteúdo em intertítulos (o que é, como funciona, cuidados) ajuda o cliente a encontrar o que procura com mais facilidade
  • Além de mostrar especificações do produto, a descrição tem uma abordagem didática e oferece informações relevantes para o consumidor
  • A tabela no fim da descrição serve para fazer um resumo sobre o produto, algo útil para clientes que buscam informações mais diretas

O que poderia ser melhorado

  • Mais negritos ajudariam o leitor a “escanear” a página mais facilmente

Clique aqui se quiser conferir a descrição completa.

Natura

O produto:

descrição de produto no site da Natura

A descrição:

descrição de produto no site da Natura

Boas práticas identificadas

  • Texto separado em intertítulos
  • Demonstra claramente quais são os benefícios do produto
  • Contém informações sobre o modo de aplicação do produto

O que poderia ser melhorado

  • A descrição poderia ser mais extensa para atender a critérios de SEO
  • Os negritos poderiam ter sido explorados ao longo do texto, e não somente nos intertítulos
  • Ao citar os benefícios do produto, a Natura poderia ter utilizado elementos de storytelling a fim de criar uma narrativa mais envolvente

Clique aqui se quiser conferir a descrição completa.

Chico Rei

A Chico Rei é uma loja virtual que produz camisetas com estampas personalizadas. No quesito descrições, um dos grandes acertos da marca é fornecer as medidas exatas dos produtos. 

O produto:

descrição de produto no site da chico rei

A descrição:

descrição de produto no site da chico rei

Boas práticas identificadas

  • A descrição vem acompanhada das medidas detalhadas do produto
  • Uso de intertítulos e negritos tornam o texto facilmente escaneável
  • Além de informações sobre o produto, a descrição usa o “tempero” do storytelling para vender uma narrativa 
  • Uso de vídeo na descrição

O que poderia ser melhorado

  • A descrição poderia ser mais extensa para atender a critérios de SEO

Clique aqui se quiser conferir a descrição completa.

Conclusão + dica extra

Viu como é trabalhoso criar uma descrição de produto perfeita? A gente avisou desde o começo! Mas não quer dizer que seja impossível. Bem pelo contrário! 

Se você seguir as dicas deste post e se inspirar nos exemplos que leu aqui, com certeza as suas descrições de produto vão ficar muito mais relevantes para os consumidores. 

Temos apenas mais uma dica para você. É o seguinte: além de ter descrições perfeitas, a sua loja virtual precisa oferecer fretes competitivos para conseguir vender mais.

O Melhor Envio pode te ajudar nessa missão. Somos uma plataforma de gestão e geração de fretes para quem vende pela internet. 

Com o Melhor Envio, você consegue gerar fretes a condições mais competitivas com diversas transportadoras, inclusive Correios, mesmo sem ter contratos com essas empresas.

Compare preços e prazos, gere suas etiquetas de frete pela internet, use a tecnologia para acompanhar seus envios e aproveite uma série de funcionalidades que vão transformar o frete em um aliado do seu negócio.

O Melhor Envio não cobra mensalidades, limite mínimo de envios ou qualquer taxa escondida. Você só paga pelos fretes que gerar na plataforma. Se não gerar, não paga. Cadastre-se agora.

Posts relacionados

Comentários (1)

Great content! Super high-quality! Keep it up! 🙂

Deixe um comentário