Como enviar encomendas grandes ou em formatos especiais

Entenda como as dimensões do produto podem gerar cobranças adicionais e saiba o que o espera no transporte de mercadorias

 

Para muitos vendedores online o momento de acondicionar as encomendas e escolher a melhor opção de frete pode não ser uma tarefa tão fácil assim. Seja via Correios ou através de transportadoras privadas, é preciso entender algumas regras e estar atento a condições que podem fazer o envio pesar mais no seu orçamento.

 

Você trabalha com mercadorias maiores ou se depara com frequência com vários itens fechados na mesma compra? Então este artigo é para você! Continue conosco e saiba o que o espera na hora de encaminhar pedidos grandes ou em formatos especiais.

 

Quando as encomendas ultrapassam 70 cm

 

Correios

Os Correios aceitam postagens com até 105 cm x 105 cm x 105 cm desde que a soma dos três lados não ultrapasse 200 cm. Porém, são cobrados R$ 79,00 a mais quando os pacotes ultrapassam 70 cm em algum dos seus lados. O mesmo ocorre com objetos que não são quadrados ou retangulares, caracterizados como de manuseio especial por formato ou dimensão.

 

Segundo os Correios, mercadorias esféricas, cilíndricas ou em rolo, necessitam de processamento diferenciado no fluxo postal e se enquadram na despesa extra. Uma alternativa é avaliar se o produto com essas características cabe em uma caixa quadrada ou retangular (ao invés de envolvê- lo em papel pardo ou plástico) e assim evitar a aplicação do encargo.

 

Outra possibilidade é dividir o conteúdo de um mesmo pedido e fazer duas cotações para o transporte: na primeira simulando apenas a caixa maior (com a taxa inclusa) e na segunda fracionando o conteúdo em duas embalagens menores. Assim você verifica qual escolha tem o melhor custo benefício.

 

Jadlog

 

A Jadlog também pode tarifar separadamente as encomendas com tamanhos superiores. Neste caso, os comerciantes virtuais devem ter atenção aos volumes que passarem dos 80 cm em qualquer uma das dimensões (altura, largura ou comprimento), pois poderão incidir acréscimos. O mesmo se aplica àqueles com formatos especiais.

 

Como os valores variam conforme cada franquia, a dica é contatar o local de postagem antes de gerar as etiquetas de envio. Informe-se sobre a exigência do pagamento adicional e consulte também filiais nas imediações para descobrir qual oferece o serviço mais barato ou não cobra por isso.

 

Via Brasil

 

Uma boa opção de transporte quando o assunto são cargas mais pesadas, e consequentemente maiores, é a Via Brasil, que aceita pacotes com até  200 cm x 200 cm x 240 cm. A transportadora não possui taxas para objetos com determinados formatos.

 

A empresa opera com remessas originárias apenas na região metropolitana e capital de São Paulo, mas entrega em todo o país. Além  de oferecer coleta, uma praticidade e tanto para a logística dos e-commerces, também possui certificação da Anvisa (por isso é habilitada para carregar medicamentos).

 

restrições quanto ao transporte de artigos de vidro, recebidos somente mediante apresentação de carta de isenção de avaria (exceto no caso de medicamentos e perfumes devidamente embalados).

 

Fique atento às tarifas extras

 

Taxa de risco

 

Até anunciar a suspensão da taxa de risco em novembro passado, os Correios cobravam uma tarifa para entregas na região metropolitana e no município do Rio de Janeiro.

 

Por outro lado, as transportadoras privadas mantiveram o adicional nas áreas consideradas de risco ou de difícil acesso, como a zona rural. É o que acontece com a Jadlog, que em algumas unidades, possui uma taxa extra para estes casos.

 

Busque alternativas

Para evitar ser surpreendido com acréscimos, informe-se previamente junto à unidade ou agência escolhida e verifique se ela exige o pagamento de taxas adicionais caso o destino de seu pacote seja para uma área de risco ou fora da zona urbana. O mesmo vale para encontrar estabelecimentos que não operem com este tipo de tarifa.

 

De olho em custos adicionais

 

É importante ficar atento também para evitar adicionais na entrega e não apenas ao comprar o envio. A Via Brasil, por exemplo, tem normas específicas que taxam procedimentos como coleta frustrada no endereço do remetente (valor baseado no trecho do frete), reentrega ao destinatário (50% do custo do frete) ou devolução da encomenda (100% do valor do frete).  

 

Para evitar problemas, certifique-se da correção dos dados informados de origem e destino.

 

Otimize o envio de suas encomendas

 

Até agora abordamos dicas para facilitar o transporte de suas encomendas. Mas você sente que o sucesso do seu e-commerce é freado por não ter uma demanda alta para negociar com as empresas de frete?

 

O Melhor Envio tem contratos com os Correios e várias transportadoras privadas, o que permite a disponibilização de fretes em condições mais competitivas para os pequenos e médios vendedores online.

 

Isso sem exigir que você firme contrato com as transportadoras ou atinja um volume mínimo de envios. Conheça nossa plataforma e veja como podemos otimizar a logística da sua loja virtual.

Posts relacionados

Deixe um comentário