Capital de giro para e-commerce: como usá-lo a favor do seu negócio

Entenda o que é e qual a importância do capital de giro para e-commerce e três formas de usá-lo melhor para manter o seu negócio

Muito poucas empresas de e-commerce sobrevivem além de seus primeiros anos. Os analistas calculam que a taxa de falha das lojas online esteja entre 80% e 97%. Existem várias razões que contribuem para isso e uma delas inclui o gerenciamento de capital de giro para e-commerce

O ramo dos e-commerces é altamente competitivo, mas tem uma barreira muito baixa de entrada. Isso atrai muitas pessoas não comprometidas para os negócios que fecham no primeiro obstáculo. 

Mais significativamente, a má gestão financeira desempenha um papel crítico no encerramento de muitas lojas de e-commerce bem financiadas. Isso é irônico porque uma das razões pelas quais as empresas de e-commerce são tão lucrativas, em comparação com as lojas físicas, é que elas têm menos despesas. 

As lojas virtuais podem funcionar de casa ou em pequenos escritórios e com muito pouco estoque. E isso é um grande atrativo para muitos empreendedores. Então, por que tantas lojas de e-commerce lutam financeiramente? 

Vamos entender alguns aspectos importantes do capital de giro para e-commerce: o que é, como resolver problemas relacionados ao dinheiro para manter a empresa e como usar o capital de giro de forma eficiente. 

 

O que é o capital de giro?

 

O capital de giro, também conhecido como capital de giro líquido, é a diferença entre o ativo circulante de uma empresa como caixa, contas a receber de clientes, estoques de matérias-primas e produtos acabados; e seus passivos circulantes, como contas a pagar.

O capital de giro é uma medida da liquidez, eficiência operacional e saúde financeira de curto prazo de uma empresa. 

Se uma empresa possui capital de giro substancial, ela deve ter o potencial de investir e crescer. Se os ativos atuais de uma empresa não excederem seu passivo circulante, ela poderá ter problemas para crescer ou pagar credores, ou até mesmo falir.

De forma simples, você pode calcular o capital de giro de uma organização usando a seguinte fórmula:

Capital de Giro = Ativo Circulante – Passivo Circulante.

 

Importância da otimização do capital de giro

 

  • De acordo com a Pesquisa Global de Capital de Giro da PwC1, os principais executores de capital de giro geram EBITDA (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) mais alto e melhor caixa das operações.

 

  • Ao otimizar o capital de giro para e-commerce, as empresas podem reduzir estoque e diminuir o tempo de reposição dos fornecedores. No processo, a liquidez da empresa melhoraria dramaticamente. Por exemplo, as empresas podem reduzir o estoque diminuindo a personalização do produto e eliminando os estoques de peças de reposição.

 

  • Mesmo pequenas mudanças nos dias de capital de giro em aberto podem ter um impacto dramático na aceleração dos fluxos de caixa.

 

  • Pequenas melhorias nos recebíveis, contas a pagar e processos de estoque podem resultar em custos operacionais significativamente mais baixos, melhores fluxos de caixa e melhor precisão na previsão de caixa.

 

  • O capital de giro para e-commerce adequado comunica que a empresa está tendo bom desempenho e que possui uma boa administração. Isso gera confiança de partes interessadas externas e satisfaz as expectativas dos investidores.

 

  • Para continuar no caminho da expansão, as empresas precisarão de um dinheiro extra considerável. Elas poderiam localizar extensas reservas de caixa dentro de seus próprios balanços através da administração do capital de giro.

 

Como administrar o capital de giro para e-commerce

 

A resposta simples, e de uma linha, para melhorar o capital de giro para e-commerce é a seguinte: melhore seus ativos líquidos e reduza seus passivos. Aqui está como você pode fazer para isso:

 

1. Reduza os estoques

Estoques são um ativo depreciativo e uma bomba-relógio. Manter um estoque muito grande pode colocar sua empresa sob maior pressão para vender, forçando você a tentar estratégias que talvez não teria executado de outra forma. 

Por exemplo, você pode aumentar seus gastos com publicidade para liquidar seus ativos de estoque mais rapidamente. 

Se os seus anúncios não funcionarem, você não apenas continuará a ser o proprietário do estoque, mas também acumulará mais responsabilidades com seu parceiro de marketing e publicidade.

 

2. Altere o modelo de negócios

Dependendo do seu setor, você pode mudar seu modelo de negócios. Um produto feito sob encomenda pode permitir que sua loja cobre preços mais altos por um design personalizado. 

Ao mesmo tempo, você também pode vender seu produto antes de pagar ao fornecedor pela fabricação. Se isso não funcionar, você também pode tentar o dropshipping. Com um modelo de negócio de dropshipping, você passa as responsabilidades pelo atendimento de pedidos ao seu fornecedor. 

Dessa forma, você não mantém nenhum estoque do seu lado e também é pago antes de repassar o compartilhamento do fornecedor.

Existem alguns desafios com este modelo, no entanto. O dropshipping pode aumentar o tempo de envio do seu produto (especialmente se o fornecedor for de outro país) e pode reduzir a experiência do usuário. 

Enquanto isso é um motivo de preocupação, ainda é melhor do que fechar sua loja ou pedir falência. 

 

3. Atualize os termos do fornecedor

Termos de fornecedores ruins são uma das maiores causas de capital de giro para e-commerce deficiente entre os negócios onlines. Cada produto passa por seu próprio ciclo de vendas exclusivo. 

O tempo que leva para um cliente comprar um vestido online é muito mais curto do que o necessário para comprar um smartphone ou uma TV.  Ao mesmo tempo, custa mais para manter um estoque composto por aparelhos eletrônicos em comparação com roupas. Considere estes fatores antes de concordar com as condições de pagamento do fornecedor.

Estabelecer um fluxo de caixa e capital de giro saudáveis é fundamental para qualquer negócio, não apenas lojas de e-commerce. 

Considere contratar um consultor para ajudá-lo a gerenciar suas finanças. Como qualquer empreendedor bem-sucedido dirá, embora esses conselheiros sejam mais um custo em seu balanço, eles são um dos ativos mais importantes que você pode ter.

 

Este post foi escrito pela Gyra+, uma empresa que realiza financiamentos online para empreendedores digitais em busca de capital de giro. Faça uma avaliação no nosso simulador de empréstimo empresarial e descubra o crédito que cabe no seu negócio.



 

Posts relacionados

Deixe um comentário