Black Friday 2020: saiba tudo sobre a temporada de vendas

A Black Friday 2020 promete chegar com tudo! Confira as principais tendências para a data e veja como aproveitar a maior febre de vendas do segundo semestre para lucrar muito!

Quando surgiu em 2010, a Black Friday era uma completa desconhecida pelo público. Dez anos depois, o evento está consolidado e é aguardado tanto pelos vendedores, que anseiam por ampliar seus lucros, como pelos consumidores que aguardam as ofertas quentes da temporada.

Por isso em 2020, a expectativa é superar a edição de 2019. Conforme uma pesquisa da TracyLocke Brasil em parceria com a start up Behup, 67% das pessoas pretendem aproveitar o período de descontos.

Pronto para saber mais sobre a Black Friday 2020 e aproveitar a grande temporada de vendas do ano? Então, aproveite e separe o bloco de notas, pois vai valer a pena anotar alguns dos insights que iremos trazer por aqui!

Mais que uma data, uma temporada de final de ano

Tão importante quanto fortalecer o seu e-commerce nas redes sociais é inserir sua estratégia de Black Friday no contexto geral em que a data faz parte. Isso porque o potencial de aumento nas vendas do evento funciona em conjunto com outras datas comemorativas como a Cyber Monday (a segunda-feira seguinte à Black Friday) e o Natal.

Atualmente, a Black Friday caracteriza um momento esperado pelo público, inclusive para ele programar quais os artigos irá comprar em cada um dos eventos no final de ano. 

Pelo lado do comércio eletrônico é uma excelente oportunidade para liquidar os estoques. Neste cenário há, inclusive, quem aproveite as promoções de novembro para antecipar os presentes de Natal. 

Sem falar que muitos já planejam as aquisições do período de olho no pagamento do 13º salário. 

Dessa forma, o ideal é você organizar as suas ofertas com uma visão do todo e não com eventos promocionais isolados. 

Assim, fica mais fácil apostar em uma campanha segmentada para a temporada de final de ano programada para começar com a Black Friday e ser concluída com o Natal.

Então, o modo mais assertivo de montar o checklist para a reposição do estoque, a criação de ofertas, a disponibilidade de descontos e o preparo para o aumento da demanda de fretes devem estar todos contidos nessa visão macro.

Busca de produtos começa semanas antes do “Dia D”

Conforme a Webshoppers 41, da Ebit/Nielsen, a demanda por atendimento já começa a aumentar nas semanas que antecedem a Black Friday, e continuam em alta após a data.

Sabe por quê? Devido à elevação da busca por produtos para o acompanhamento das promoções. Esta é a razão que motiva as pessoas a pesquisarem os produtos de interesse várias semanas ou até meses antes da Black Friday. 

esquenta Black Friday 2020
Fonte: pesquisa Ebit/Nielsen 2020

Para ter bons resultados na Black Friday 2020, os vendedores devem ficar atentos às fases da jornada de compra e pensar estratégias direcionadas a cada estágio do funil.

Na etapa de consideração, por exemplo, o cliente pode estar à procura tanto de artigos pelos quais se interessa há mais tempo quanto pode encontrar algo que nem imagine que precise. 

Capriche com antecedência no cadastro dos títulos, nas alternativas de imagens e nas descrições dos itens. Lembre-se que a concorrência será acirrada e os consumidores não vão perder tempo com produtos que deixem dúvidas sobre especificações e funcionalidades. 

Entenda melhor no artigo: Por que é tão importante saber cadastrar o produto no e-commerce

Redes sociais também estarão em alta na Black Friday 2020

Ainda na mesma pesquisa da Ebit/Nielsen, as redes sociais concentram o segundo maior potencial de atração de clientes. 

Portanto, sua estratégia para a Black Friday deve incluir o reforço da sua presença digital nos canais mais utilizados pelo público, com destaque para Instagram e Facebook. Observe:

Black friday 2020 redes sociais
Fonte: pesquisa da Ebit/Nielsen

No e-commerce, toda a oportunidade que pode ser transformada em uma vitrine precisa ser aproveitada, por isso as redes sociais são excelentes aliadas nessa hora. 

Sem falar que você precisa estar onde a concorrência está, e acredite, ela está nas redes sociais!

Outro fator importante de canais como o Instagram, por exemplo, é que além de ser mais um lugar para expor promoções é também um ambiente de engajamento

Ou seja, as pessoas comentam, fazem elogios (ou reclamações, por isso é importante ficar atento e respondê-las) e também avaliam as experiências de compra positivas. Sua loja pode usar essa propensão dos clientes para indicar seu e-commerce e, assim, ganhar notoriedade. 

Além disso, se o seu orçamento ainda está um pouco enxuto e não permite investir em mídia paga sempre que você gostaria, esse momento, porém, é uma boa pedida. 

Portanto, programe-se para recorrer a anúncios patrocinados nas redes sociais e coloque ofertas e produtos em evidência para uma quantidade ainda maior de pessoas.

De olho na qualidade das vendas

Os consumidores estão atentos e são implacáveis na hora de avaliar a experiência de compra. Prova disso é que em 2019, o site Reclame Aqui registrou mais de 120 mil queixas de clientes insatisfeitos com a Black Friday. As reclamações foram computadas até 31 de janeiro de 2020, o que também envolve todo o processo pós-vendas relativo à data.

No “Dia D”, as reivindicações mais comuns eram por propaganda enganosa, problemas para concluir a compra e maquiagem de preço. Já no balanço geral, o atraso na entrega assumiu a liderança dos motivos relatados pelos clientes descontentes. 

A dica é utilizar o levantamento a seguir como um indicativo para reforçar, principalmente, a logística da entrega de encomendas. Confira o balanço no quadro abaixo:

Reclamações black friday 2019
Fonte: pesquisa do Reclame Aqui

Engaje o público e converta leads na Black Friday 2020

Empregue esta tática na fase de consideração, ou seja, a etapa da jornada de compra na qual os consumidores sabem que possuem uma necessidade, mas ainda não conhecem o que precisam para solucionar isso.

Uma sugestão é fazer campanhas para atrair esse público com bastante antecedência, pois é possível engajá-lo antes e depois da data. 

Investir em ferramentas de cadastro ajuda a monitorar  o comportamento de navegação do público. Além de, é claro, reforçar sua base para um pós-venda. 

Como a expectativa para a  febre de vendas é grande por parte do público, ele se encontra mais receptivo a se inscrever nos sites de interesse para receber as ofertas em primeira mão. Use isso a seu favor!

Invista em ferramentas de cadastro para captar leads e engajar o público na Black Friday 2019 
Invista em ferramentas de cadastro para captar leads e engajar o público na Black Friday 2020

Aumente suas chances de converter esses leads em clientes com o oferecimento de promoções para engajá-los logo após o cadastro em sua loja. 

Abra novos canais de comunicação e utilize o e-mail marketing para se colocar à disposição. Nessa hora,  solucione eventuais dúvidas enquanto oferece produtos de interesse do consumidor.

Conteúdo relevante para alavancar o seu negócio

Ficou empolgado para colocar em prática a estratégia mais assertiva de Black Friday que o seu e-commerce já teve? Esperamos ter aguçado ainda mais o seu empreendedorismo e incentivado o seu negócio a se destacar nesta temporada de vendas!

Se você curtiu este post, fique ligado no blog Melhor Envio! Além dos conteúdos para solucionar as principais dúvidas sobre o e-commerce, vamos oferecer ainda mais informação relevante para a Black Friday 2020!

Para não correr o risco de perder algum desses posts, inscreva-se em nossa newsletter e garanta a leitura direto no seu e-mail. Até a próxima e boas vendas!

Posts relacionados

Deixe um comentário